Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Aves do Paraíso

Existe uma planta fascinante que recebe o nome popular de “ave-do-paraíso” ou estrelícia. Na verdade, existe mais de uma espécie. São plantas extremamente atraentes, assim chamadas pelo aspecto de suas flores de grande valor ornamental, principalmente as de flores alaranjadas, que se abrem dentro de uma espata em forma de barco, com antera e estigma azuis, em forma de flecha. Estas flores, extremamente duradouras, assemelham-se à cabeça de uma ave do paraíso. São tão bonitas, que propiciam finíssimos arranjos florais.

A espécie de flor laranja (Strelitzia reginae) é uma herbácea perene, originária da África do Sul, com aproximadamente 1,20 m de altura, de folhas duras, grandes e ovaladas. Ela é cultivada em jardins de regiões tropicais e subtropicais. O termo científico desta planta reginae, originário do latim, significa “reina” e foi dedicado à rainha Carlota de Mecklemburgo-Strelitz, esposa do rei Jorge III de Inglaterra, morta em 1818.

Cultivada a pleno sol, a Strelizia reginae pode ser utilizada isoladamente, em renques ou conjuntos, em canteiros com terra rica e umedecida. Além das flores, as folhas também chamam a atenção e valorizam os projetos paisagísticos. Outra espécie, a Strelitzia augusta, possui flores brancas menos evidentes e tem porte maior. É uma árvore semilenhosa, também nativa da África do Sul. Suas folhas agrupadas em formato de leque, a tornam muito decorativa para parques e jardins. Outra vantagem é o volume abundante da planta, com pouco volume do sistema radicular, o que permite o uso em canteiros pequenos próximos a muros altos ou piscinas, sem o risco de danificá-los. Esta planta prefere solos ricos em matéria orgânica e bem drenados, sol pleno e meia-sombra.

É bom lembrar que, principalmente a primeira, a Strelizia reginae, pode ser utilizada com muito sucesso em jardins públicos, pois é uma planta de baixa manutenção e causa formidável impacto.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.