Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Flor do deserto

A Rosa do Deserto torna-se muito atrativa pela beleza das flores e a forma do caule

Flor do Deserto

A Rosa do Deserto (Adenium obesum), também chamada de Flor do Deserto, é uma planta perene e suculenta que produz deslumbrantes e grandes flores vermelhas e cor-de-rosa. Originária do Sul da África e da Península Arábica, torna-se cada dia mais procurada para ser cultivada no Brasil, onde tem atraído olhares e conquistado admiradores nas principais feiras de paisagismo e jardinagem do país.

Este arbusto suculento, com troncos muito grossos, apresenta folhas verdes brilhantes e ramos cinza lisos. Pode chegar a crescer até 3-4 metros de altura. As flores, que crescem em aglomerados, apresentam pétalas tubulares na base e extremidades alargadas. Reproduz-se melhor através de enxertos, uma que vez que a polinização não é muito eficaz. Ela cresce bem tanto em jardins exteriores, quanto em vasos para ambientes internos, quando se deve tomar toda a precaução com a drenagem.

A Rosa do Deserto torna-se muito atrativa pela beleza das flores, mas também pela forma pouco comum do caule muito desenvolvido na base, para que possa suportar fortes ventos e acumular água. Habituadas ao clima do deserto, também se adaptam e se desenvolvem bem em países tropicais. Ela necessita de plena luz solar e é tolerante ao calor. O solo deve ter drenagem rápida, uma vez que o apodrecimento da raiz e do tronco são doenças comuns.

Flor do Deserto

É recomendado fertilizar as plantas a cada duas semanas durante a primavera, especialmente quando as mesmas são jovens. Durante a primavera deve-se regar regularmente, mas durante o inverno o solo deve permanecer seco.

Normalmente esta planta irá florescer muito pouco tempo depois que é plantada, o que vai se repetir duas vezes ao ano, sendo a primeira na primavera e a segunda no final do verão ou começo do outono. De vida longa, a Flor do Deserto tem beleza realmente marcante, com apaixonados e colecionadores por todo o mundo.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

440 Comments

  1. Ola bom dia, primeiramente quero parabenizar pelo excelente artigo.
    Gostaria de fazer algumas perguntas sobre minha rosa, ela apresenta manchas pretas nas folhas, e também nas flores, muitas vezes as folhas e flores caem antes de crecer, e nascem com deformidades, ja podei os galhos com mais problemas, mas voltou tudo dinovo, ela fica no sol pelo menos umas 7 hs por dia, por favor se puder me ajudar, ai vao as fotos, obrigado

    • Gilson, muito obrigado pelo elogio!

      Se sua rosa do deserto for cultivada em condições muito úmidas, pode desenvolver uma podridão por fungos, que geralmente começa na ponta do caule e também pode afetar as folhas naquele caule, fazendo com que elas se tornem amareladas e depois marrons. Sempre regue-a na parte da manhã e quando o solo ficar seco e não molhe as folhas. Para salvar a planta, pode as folhas afetadas e desinfecte a tesoura limpando a lâmina com álcool entre cada corte para evitar a propagação da doença. Depois faça três pulverizações, semanais, com enxofre.

      Abraços

      • Estou aplicando nela uma mistura de canela, cravo, fumo, e umas gotinhas de detergente, as vezes também aplico leite, recentemente apliquei fosforo diluido em agua na rega, tambem deixei borra de cafe fermentar e estou regando com ele, e por ultimo apliquei cinza de queimada, que nunca havias aplicado, djzem que fortalece muito a planta, e também evita esse tipo de pproblema que mencionei ao senhor, o que o senhor acha, lembrando que nao entendo nada dw planta, o que vi foi aqi na internet, obrigado por me responder.

        • Oi gilson,

          Acho que com tudo o que você está aplicando, sua rosa do deserto tem que melhorar. Inclusive as cinzas – por terem bastante potássio – são ótimas para controlar qualquer fungo.

          Abraços

          • A minha intenção em expor oq estava fazendo, era para que se caso tivesse aplicando alguma coisa que nao devia o senhor falaria, mas pelo visto, estou no caminho certo e posso continuar o que estou fazendo, sera que se faz necessário aplicar o enxofre como o senhor falou, ou o que estou fazendo ja basta, so para finalizar a rosa esta bem na berada da picina, sera que teria problemas.

            • Olá Gilson,

              É interessante a aplicação do enxofre, ele é um bom defensivo contra os fungos.

              Abraços

            • Muito obrigado pela sua atenção.

  2. Minha rosa do deserto esta aparecendo uns vermelhidão, e as folhas ficam amarelas, o que pode ser.

    • Mirvania,

      Essa vermelhidão pode indicar a presença de ácaros. O vermelho, provoca o aparecimento de manchas avermelhadas no dorso das folhas em posição oposta à das colônias, que vivem na parte inferior, evitando a luz solar. Pulverize três vezes, semanalmente com enxofre ou com calda sulfocálcica, isto irá controlar essa praga.

      Abraços

  3. minhas rosas estáo com as folhas avermelhadas

    • Aloysio,

      Isto pode indicar ataque de ácaros ou ferrugem.

      No primeiro caso faça três pulverizações, semanais, com enxofre ou com calda sulfocálcica. Se for uma contaminação por ferrugem, pulverize três vezes, semanalmente, com sulfato de cobre e/ou enxofre.

      Abraços

  4. minha mudinha esta com as folhas rangadas de brando são 18 mudas só ela apresentou esse problema.

    • Cristiane,

      Acredito que sua rosa-do-deserto esteja com um vírus, o mosaico. Para ele não conheço nenhum tratamento, há sim a termoterapia e a quimioterapia, mas são economicamente inviáveis.

      Abraços

  5. Minha rosa do deserto que podei e ela agora não desenvolve tá com folhas enroladas e triste. O que fazer

    • Ducelene,

      Esse sintoma pode indicar uma deficiência de nutrientes, especialmente molibdênio. Quando amareladas ou verde azuladas e enroladas indicam carência de cobre e quando enroladas e amareladas entre as nervuras é falta de molibdênio.

      Faça três pulverizações, a cada 30 dias, com 5 ml por litro de água de Forth Cobre e regue, semanalmente, durante 6 semanas com 5 ml de Forth Enraizador por litro de água.

      Isto irá devolver a vitalidade a sua rosa-do-deserto.

      Abraços

  6. Olá boa tarde muito obrigada por todas as dicas é muito importante para todos nós aqui.
    Eu gostaria de saber porque as folhas da minha rosa do deserto estão nascendo vermelhas por baixo e enroladas não ficam bonitas.

    • Olá Joselita,

      Isto é um sintoma de ácaros. Em geral muito pequenos, possuem oito pares de patas; existem milhares de espécies, entre elas, os carrapatos e os causadores de sarnas. Os que atacam as plantas são: o branco, o rajado e, especialmente, o vermelho, que provoca o aparecimento de manchas avermelhadas no dorso das folhas em posição oposta à das colônias, que vivem na parte inferior, evitando a luz solar.

      Pulverize três vezes, semanalmente, com enxofre ou com calda sulfocálcica. Isto irá resolver o problema.

      Abraços

  7. Minha rosa do deserto está c as folhas manchas preta

    • Mônica,

      Essas manchas pretas podem indicar a presença de ácaros. Olhe na parte debaixo das folhas, se perceber pequenos insetos andando, podem provocar esse sintoma. O inseticida Pirate combate esses ácaros.

      Abraços

  8. mando agora s fotos

  9. fotos

  10. Bom dia minha rosa esta com algumas folhas enrugadas e não floresceu mais não vejo insetos nem nada o que será o que fazer só floresceu uma vez

    obrigado

    • Boa tarde Flavio,

      Esse enrugamento das folhas pode indicar a presença de ácaros. Com o tempo, a folha necrosada cai. Outro dos sintomas são
      as verruguinhas que aparecem formando um empolamento na superfície foliar, que resulta em uma estrutura oca saliente com a concavidade virada para a face inferior da folha.

      Pulverize com Enxofre Dimy e faça uma camada fina de casca de arroz, no vaso, isto inibe os ácaros.

      Abraços