Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Produção de adubo caseiro

 1. Na composteira com tampa, separe restos de comida, cascas de frutas e de legumes, pó de café e demais resíduos orgânicos gerados na cozinha. Tome cuidado para não deixar acumular por mais de uma semana, pois poderá provocar mau cheiro;

2. Se houver papel disponível, intercale na composteira com os detritos da cozinha, pois ele será útil, fará a absorção do excesso de umidade. E, obviamente, não se deve utilizar o lixo do banheiro;

3. Comece, agora, a montar a composteira. Intercale uma camada de folhas, ou capim, com uma camada de detritos de cozinha, que tinham sido armazenados na composteira. Coloque um pouco de cal em cima dos restos de comida para evitar a proliferação de ratos;

4. Crie camadas superpostas até que o monte atinja uma altura máxima de 1m. Se houver disponibilidade de esterco de animais, forme camadas adicionais com ele, o que irá melhorar muito a qualidade do produto final;

5. Aproveite também as sobras de leite e o sangue retirado da limpeza das carnes, faça a diluição do líquido com mais água e regue a composteira. O objetivo é favorecer a atividade microbiana e acelerar o processo;

6. Deixe o composto descansar. Revire-o uma vez por mês, até completar 90 dias, e tome o cuidado de repor a umidade, sempre que necessário;

7. Esse composto pode ser utilizado na dose de 2,0 Kg por metro quadrado. De preferência, siga recomendações com base em uma análise do solo.

Obs.: Não use em excesso nenhum dos materiais indicados, e, quanto mais diversificado, melhor a qualidade do adubo.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.