Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Flores comestíveis

A utilização de flores na culinária, não apenas como enfeites, mas, também agregando sabor aos pratos é cada vez mais frequente. Na cidade de Cerquilho, distante 140 km de São Paulo, a produtora dessas floríferas, Débora Orr, cultiva mais de 30 espécies. São: amores-perfeitos, caléndulas e capuchinhas, entre outras, que de tão procuradas fizeram triplicar a produção nos últimos tempos. Atualmente 4 mil flores são vendidas por semana para complementar saladas e pratos quentes.

O famoso chef, Ferran Adrià, do restaurante El Buli, na Espanha, propõe um prato que é uma espuma decorada com 14 flores diferentes. Elas devem ser degustadas uma a uma, para sentir as peculiaridades de cada espécie, seja nos sabores ou nos seus perfumes. Por aqui, o não menos badalado Alex Atala, do Restaurante D.O.M., prepara um risoto ao açafrão com tempurá de flor de abobrinha e uma entrada batizada de ervilhas em água de alface, com flores de borragem.

Segundo a nutricionista, dos Vigilantes do Peso, Sônia Almeida, as vitaminas, minerais (ferro, cálcio e potássio) e antioxidantes que essas flores possuem, contribuem com a saúde. A rosa, a capuchinha e o dente-de-leão, são ricos em Vitamina C, sendo este último rico também em betacaroteno. Por outra parte as flores têm baixas calorias (cerca de 40 kcal para cada 100g). isso, é claro, depende das receitas: nos mais de sessenta anos da Era Vitoriana, as damas inglesas preparavam, para acompanhar o chá das cinco, pétalas de rosas cristalizadas, cobertas com clara de ovo e água que, na hora de servir, eram polvilhadas com açúcar.

De maneira mais leve, as flores podem emprestar aromas aos vinhos, licores, azeites e vinagres. Podem servir para geléias e sucos, saladas, picles e conservas e um sem fim de outras receitas. Ficam lindas quando utilizadas dentro dos cubos de gelo, para refrescar limonadas e outros sucos.

São muitas as escolhas: flor de abóbora, borragem, agave, verbena-limão, rosa-de-jericó, camomila, endro, carambola, açafrão, cravina, girassol, ipê-rosa, violeta e hibisco.

É importante que o cultivo seja livre de defensivos químicos e os produtores devem ser cadastrados especialmente com a finalidade alimentícia.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

11 Comments

  1. Olá, boa tarde! Gostaria de saber onde encontro flores comestível para comprar , aqui em SP.

  2. Mi admiración a la jardinería y su natural puesta

    • Buen dia Susana,

      Me alegra mucho su comentário. Muchas gracias!!!

      Abrazos

  3. Olá boa tarde!!!
    Poderia me informar se há algum livro com os tipos de flores comestíveis e as receitas que podemos utilizá-las?
    Muito obrigada pelas dicas!!!

    • Olá Rita,

      Recomendo o “Guia de Produção Para Plantas Medicinais, Aromáticas e Flores Comestíveis”, de Mirian Regina Stumpf Morelli.

      Abraços

  4. Muito interessante essa matéria.

    • Obrigado pelo comentário, Márcia!

  5. Olá Sr Simpatia Raul …
    Amigo necessito d sua orientação .
    Em todas floradas do meu cacto(Pitaya ) apareceram abelhas pretas ( conheço como torce
    cabelo) que logo que as flores murchavam desapareciam.
    Porém na última n mês de Fevereiro elas resolveram ficar p aqui. Elas descobriram o bebe-
    douro d beija-flores …
    Sei q são infensivas e q são úteis n natureza. Mas estão incomodando .
    Você poderia me ajudar?
    Grande e afetuoso abraço.
    Gratidão ??
    Sonia Hirle

    • Querida Sonia,

      Considerando que as abelhas são insetos benéficos e necessários para polinizar uma séria de plantas, inclusive a pitaya, devemos tomar cuidado para não causar-lhes danos. Mas podemos afujentá-las com fumaça feita com cascas de árvores, folhas secas, sabugo de milho, panos e estopas vegetais, pó de serragem, pedaços de madeira, gravetos, tufos de grama verde, etc.. Não utilize materiais plásticos, querosene nem fumo, porque produzem fumaça tóxica e irritante, causando danos às abelhas e tome cuidado para que essa operação seja segura para você.

      Abraços

      • Muitíssimo obrigada Sr Simpatia Raul.
        Valeu. Como não pensei nisso? Se inclusive já usamos fumaça para
        afugentar um enxame que pousou numa árvore na minha rua.
        Tenha uma agradável e proveitosa semana.
        Abraços

        Foto da única fruta que vingou d florada d Feveiro q colhi ontem