Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Em defesa da natureza, música de menina canadense faz sucesso na internet

Aos 10 anos, Ta’Kaiya Blaney, canadense da comunidade indígena Sliammon, ficou famosa na internet quando sua mãe postou no YouTube, em fevereiro de 2011, um vídeo em que a menina canta Shallow Waters (águas rasas).

Escrita por Ta’Kaiya, junto à sua professora de piano, a música fala sobre os riscos da construção de um oleoduto e como a natureza pode se prejudicar, caso esse petróleo chegue algum dia a vazar.

A menina esteve presente no Brasil e cantou durante a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20. Considerada uma celebridade entre os ambientalistas, ela quer continuar a trabalhar com seu lado musical e se tornar uma bióloga marinha.

Ta’Kaiya explica que a ideia de compor e cantar a música surgiu quando ela soube da intenção de uma empresa em construir um oleoduto, entre as províncias de Alberta e Colúmbia Britância, no Canadá, que ameaça 45 nações indígenas locais, e ainda, duas importantes bacias hidrográficas.

“Quero que as pessoas percebam que todos têm uma voz e devem se expressar e compartilhá-la. Em muitas conferências, as pessoas apenas falam sobre o ambiente, não agem”, afirma a garota. Ela acredita que as crianças de hoje são a geração do agora, aquela que precisa lutar pelo próprio futuro.

O próximo lançamento de Ta’Kaiyase chama-se Earth Revolution, que se tornou uma espécie de hino para o impedimento da construção do oleoduto.

Fonte da imagem: reprodução do vídeo

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.