Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

O Coronavirus e meu Jardim

Estou ocioso, inativo, quase paralisado nestes dias desconsolados que me prostram abatendo o ânimo. Quiçá batendo neste teclado consiga produzir uma reflexão que retrate minha disposição. Sei que guardo no meu espírito tantas lembranças, uma porção de conhecimentos e uma vida tão vivida. Penso nas milhares de petúnias plantadas, nas infinitas árvores que usei ao longo da minha vida, projetando tantos jardins e das piscinas desenhadas, procurando uma curva harmônica, uma línea delicada sugerindo um formato inédito na paisagem. Penso, porque pensar é algo que me ocupa preenchendo estas horas tão compridas que parecem estagnadas em dias que não acabam.

O que fazer? Como me manter animado e atuante enquanto esta pandemia nos aflige? Ler, assistir um filme na Netflix, andar pelo meu jardim contemplando uma infinidade de seres vegetais que me declaram amor, soltando folhas, às vezes muito pequenas e outras grandes, como das minhas ravenalas. Flores por todos os lados, camarões amarelos, antúrios, amarílis, helicônias e beijinhos esbanjando cores, enquanto eu impotente e estagnado as contemplo admirando essa energia que as caracteriza.

Suspeito que há uma inteligência escondida dentro delas, uma espécie de perspicácia que as tornam animadas nesse cenário verde que contorna minha casa. Não padecem da incerteza nem do medo de contrair o Coronavírus, não se importam com o futuro e não guardam rancores do passado, vivem o presente, o minuto que as fazem sorrir, um sorriso de folhas e de pétalas que com o orvalho matutino desatam uma emoção ímpar, inundando meu jardim com deleites que vocês nem imaginam.

Sim, devo copiar esses sentimentos que as plantas concedem, preciso apreender com elas a criar emoções dentro de mim, para viver plenamente. Talvez um dia consiga operar esse beneplácito e, mesmo não sendo com verdes roupas, alcance a felicidade que elas possuem.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

10 Comments

  1. Em tempos de isolamento, quando abro a janela, me sentindo num eterno dejavu, percebo que, lá fora, meu jardim espera por mim. Então, lanço mão da tesoura e do rastelo, partindo para um nova jornada … e meu jardim, tantas vezes negligenciado por meus afazeres, me dá boas vindas, preenchendo meus pensamentos e meus dias com a promessa de brotos e flores. Isso se chama esperança! Isso é o jardim pra mim. Gratidão pela bela reflexão …

    • Querida Osana,

      Ele, o jardim, é uma essência, uma criatura que sente suas energias.

      Fielmente, lhe proporcionará as flores que você merece.

      Abraços

  2. Lindo o texto!!! Eu ando muito nervosa com tudo isso, mas resolvi aprender a cuidar das minhas pequenas plantas, coisa que eu não estava dando valor. No momento, para esquecer dessa Pandemia, comecei a ler mais sobre as plantas. Eu achei um envelope de amor perfeito, ainda na validade. Lendo sobre ela e nessa semana vou semear suas sementes, é assim que se fala? não sei!!! Um grande abraço sr. Raul Canovas e que Deus nos proteja.Eu sou de São Lourenço – MG.

    • Boa tarde Luciene,

      Tomar conta de suas plantas é um abrandamento para seus nervos.

      Sim, perfeito é assim que falamos, pode semeá-las, as flores lhe proporcionarão alegrias.

      Abraços

  3. Texto maravilhoso. Sábias e emocionantes palavras. Que essa pandemia possa passar o quanto antes…mas enquanto nao passa que possamos ter um pouquinho da sua sensibilidade e olhar o mundo com outros olhos. Você é maravilhoso. Gostaria muito de poder convidá lo a conhecer meu jardim natural…que ainda não aprendi a conhecer pois nunca lidei com plantas…mas que quero aprender a ter essa conexão.

    • Olá Gisele,

      Fico feliz recebendo seu comentário. Realmente haverá mudanças neste mundo depois deste período de pandemia e será um avanço espiritual.

      Abraço carinhoso!

  4. Que lindo texto !!! Emocionante!
    Sou sua fã.
    Depois de quatro anos desempregada por conta de uma depressão, resolvi colocar plantas dentro do meu apto, depois resolvi trabalhar com elas.
    Vendo vasos na hidrocultura com bolas de argila e no hidrogel. Mas é muito difícil achar material pra estudar.
    Atualmente eu estou com tantas verdinhas doentes ou com pragas(plantadas na terra mesmo)com problemas que não estou sabendo resolver. 😢
    Que Deus nos dê paz e serenidade para enfrentar esse caos que o mundo está vivendo ou que estávamos precisando passar por isso, pois as inocentes plantas, animais , natureza graças a Deus não são afetados.
    Agraço 😘

    • Sim Lourdinha,

      Há algo de misterioso nessa pandemia, apenas os humanos são atacados. A natureza preserva as outras criaturas que contemplam os acontecimentos com certa insatisfação. O tempo revelará o sentido de tudo isto…

      Abraços

      • Acredito que a natureza tem contemplado esse momento como um alívio uma trégua pra ela. Nunca vi um bem-te-vi cantar tanto aqui perto. A natureza está tendo um descanso merecido. Mas ontem vi que alguns animais podem pegar também (como os felinos) infelizmente.
        Espero que sejamos melhores seres após isso tudo.( Mas não creio muito).
        Abraço 😘

        • Lourdinha,

          Seguramente seremos melhores, há uma especie de Renascimento nesta fase que atravessamos e a humanidade poderá prestar mais atenção à natureza.

          Abraços