Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Paisagistas britânicos contemporâneos

Andy Sturgeon

Seis vezes medalhista de ouro do Chelsea Flower Show, prestigiada exposição de jardins realizada anualmente em Londres, Andy Sturgeon foi nomeado um dos dez maiores paisagistas britânicos contemporâneos pelo jornal Sunday Times e a revista House & Garden.

Tendo como inspiração a Arte e a Arquitetura, Sturgeon encontrou na Joalheria a ideia para a escultura de cobre que projetou para seu jardim no Chelsea Flower Show 2012, em que obteve medalha de ouro.

Chelsea Flower Show 2012

Chelsea Flower Show 2012

Chelsea Flower Show 2006. Projeto que influenciou algumas tendências por aqui…

Chelsea Flower Show 2006. Projeto que influenciou algumas tendências por aqui…

Formado em Horticultura, em 1988 fundou a empresa Andy Sturgeon Landscape and Garden Design. No rol de projetos realizados incluem-se jardins de mansões, terraços, espaços públicos e comerciais no Reino Unido e, internacionalmente, na Ásia, Rússia, Europa e Oriente Médio.

Cliente queria que o jardim lembrasse um quadro de Vermeer

Cliente queria que o jardim lembrasse um quadro de Vermeer

É também colunista de vários jornais britânicos, apresentador do Chelsea Flower Show para a BBC, contribui regularmente em revistas de paisagismo, como Gardens Illustrated e English Garden, e tem quatro livros publicados: “Big Plans, Small Gardens” (2010), “House Plants” (2006), “Potted” (2001) e “Planted” (1998).

Cliente desejava um jardim simples, mas sofisticado, e de fácil manutenção

Cliente desejava um jardim simples, mas sofisticado, e de fácil manutenção

Legenda: Jardim de 2 hectares no País de Gales

Jardim de 2 hectares no País de Gales

Na visão de Andy Sturgeon, um bom projeto consiste na edição inteligente de ideias, e o que se exclui é tão importante quanto o que se inclui. Compara o processo ao ato de se preparar a mala para uma viagem – quer-se levar tudo, no caso de precisar; mas, ao chegar ao hotel, vê-se que o realmente necessário é apenas um par de bermudas, algumas camisetas e os óculos de sol…

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 Comments

  1. Interessantíssimo. Gostei, principalmente, da parte sobre edição inteligente de ideias: ‘o que se exclui é tão importante quanto o que se inclui’. E isso se aplica em outras profissões também!

    • Com certeza essa edição é essencial, Gabriela. Diria que isso se aplica inclusive ao nosso dia-a-dia, a nossa vida…

  2. Bravo Vitoria!Muito bom artigo e promissora perspectiva para nós que amamos a arte, conhecer novos conceitos através do seu olhar apurado.

Secured By miniOrange