Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Sapatinho de judia

Trepadeira é apropriada para cobrir pérgolas, pórticos e caramanchões altos.

Cheia de graça e beleza, esta planta é daquelas que realmente diferenciam os locais

Esta trepadeira, Sapatinho-de-judia (Thunbergia mysorens), encanta pela beleza e riqueza de detalhes de suas flores. Na verdade ela tem inflorescências longas e pendentes, compostas de flores de coloração amarela com marrom avermelhado, que lembram o sapato feminino.

É de ciclo de vida perene e originária da Índia. Sua folhagem é bastante ornamental e destaca as flores, pelo verde escuro das folhas. Existe ainda uma variedade de flores totalmente amarelas, menos conhecida.

Seu florescimento ocorre na primavera e no verão, quando recebe muitas visitas de pássaros, principalmente do tão querido e sempre bem vindo beija-flor. Para que o desenvolvimento desta trepadeira seja pleno, ela deve ser cultivada a pleno sol ou a meia sombra, em solo fértil e enriquecido com matéria orgânica, com regas regulares.

Quando cultivada a pleno sol, seu crescimento é mais intenso. Ela não tolera temperaturas baixas, sendo indicada para regiões tropicais. É interessante comentar sobre a poda da “sapatinho de judia”, que deve, de preferência, ser realizada no final de
maio, cortando-se todos os galhos no sentido diagonal e reduzindo-os a metade. Também é aconselhável retirar os galhos ladrões, aqueles que crescem abaixo da parte enxertada.

Ela é apropriada para cobrir pérgolas, pórticos e caramanchões altos, nos quais as inflorescências pendentes fiquem mais evidenciadas. Nestes casos, a função é ainda mais importante, já que, além da sombra, elas devem proporcionar beleza e charme a locais prazerosos para o convívio do dia-a-dia e para o descanso.

Cheia de graça e beleza, esta planta é daquelas que realmente diferenciam os locais, principalmente para tornar as construções mais harmônicas.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

193 Comments

  1. Olá, ganhei alguns galhos do sapatinho de judia e plantei em vasos mas não vingou, pelo contrário, secou .Como faço corretamente as mudas a partir de estaquias e depois de quanto tempo posso mudar de vaso e qual a adubação?

    • Olá Lucimara,

      As estacas são obtidas de ramos sadios, após o florescimento, elas devem medir aproximadamente 15 centímetros e as folhas devem ser retiradas, deixando apenas os brotos da ponta.

      Podem ser plantas na sombra, enterrando metade em um substrato arenoso e precisam de umidade constante, enraizando em aproximadamente 45 dias.

      Abraços