Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Pergunte ao Raul – 2019

ATENÇÃO LEITORES

Informe na sua pergunta a sua região(Cidade e Estado). Pois estes dados são fundamentais para a elaboração precisa de sua resposta.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

364 Comments

  1. Olá,,,!
    Gostaria de saber se posso planear a palmeira laca perto de piscina. Suas raizes são agressivas?
    Obrigada pela atenção
    Angela

    • Olá Ângela,

      O sistema radicular da palmeira-lakka é vigoroso, sugiro guardar uma distancia de 2,00 metros da piscina.

      Mas atenção, ela é uma planta para ser cultivada em regiões quentes, isto é, não aceita frio.

      Abraços

  2. Oi Raul!
    Sou uma jardineira amadora, que vem aprendendo muito com seus valiosos ensinamentos. Gostaria de saber se dá para fazer uma adubação de qualidade apenas utilizando o Bokashi com o Foth Enxofre.

    Abraço!
    Keyla
    Brasília-DF

    • Oi Keyla,

      Que bom que o nosso blog tenha colaborado com você!

      Bokashi, significa composto orgânico em japonês. É obtido
      da fermentação de farelos com o auxilio de microrganismos. Os
      ingredientes utilizados podem variar de acordo com a disponibilidade de cada região. A quantidade de Bokashi a ser aplicada varia da função da análise de solo. Possibilita o enriquecimento do jardim em diversos aspectos e, com o decorrer do tempo, pode-se diminuir gradativamente a dosagem. Já o Forth Enxofre aumenta a tonalidade verde das folhas, estimula o crescimento e ajuda na formação das sementes e frutos. Sua falta faz com que as folhas novas fiquem amareladas e com nervuras mais claras, os caules ficam curtos e amarelados e o crescimento da planta diminui. Ele deve ser utilizado sem a mistura de qualquer outro produto.

      Em soma, o uso desses dois fertilizantes é interessante, mas não descarte a utilização de outros adubos orgânicos.

      Abraços

  3. Olá Raul, sou do Rio de Janeiro. A minha Alocasia está com umas bolinhas esverdeadas, parece fungos, achei que pudesse ser e coloquei canela e retirei o excesso, mas eles estão voltando bem rápido. Na foto está um pedacinho, ele na terra, próximo das plantas, longe das plantas. A plantinha continua saudável.

    • Olá Jacque,

      Não são fungos, mas ácaros. O sintomas são essas verruguinhas que aparecem formando um empolamento na superfície foliar, que resulta em uma estrutura oca saliente com a concavidade virada para a face inferior da folha.

      – Uma camada fina de casca de arroz, nos canteiros, inibe os ácaros;
      – Pulverize três vezes, semanalmente, com enxofre ou com calda sulfocálcica.

      Isto irá resolver!

      Abraços
      virgem + enxofre),

  4. Bom dia Raul
    Adquiri uma Bismarckia Nobilis com 1,5m de altura e agora quero plantá-la ao lado da piscina, distante cerca de 3m metros dela. Qual a sua opinião relativamente às raizes. Pode danificar a piscina (a parede é de concreto armado).
    O solo é cálcário. Terei de retificar o solo? Ouvi dizer que essa palmeira requer “sulfato de magnesio” ou “epsom salt”.
    Melhores cumprimentos.

    • Esqueci de referir que estou em Lisboa, Portugal, clima mediterrânico.

      • Bom dia Nuno,

        As raízes da Bismarckia são mais ou menos superficiais e não oferecem perigo, mesmo porque a distancia da piscina ´e grande.

        As sais de Epsom (2 colheres de sopa dissolvidas em 1 litro de água) em regas ou pulverização, beneficiam esta palmeira.

        Abraços

  5. Professor Raul, já me dissestes uma vez, mas confesso que fiz o tratamento e não anotei. Meus Guapuruvus estão de novo sofrendo com o ataque dos besouros. Lembro que tinha fumo de rolo e cuprodimy, mas não lembro as proporções. Podes me passar de novo? Estou bastante apreensiva, já são 5 árvores atingidas!

    • Olá Mônica,

      Acho que esse ataque é de brocas. Quando a lagarta nasce, penetra no tronco (o que é comum de dezembro a abril) e constrói galerias entre a casca e o lenho deixando uma trilha de serragem de forma alongada. Quando não controladas a tempo, as larvas causam um enorme prejuízo, abrindo galerias, que podem até levar à morte da árvore.

      Proceda da seguinte maneira:

      – Raspe a superfície do tronco com uma escova ou com luvas grossas, de forma a expor a lagarta e eliminá-la;
      – Em seguida pincele o tronco e os ramos com Cupro Dimy.
      -Limpe os orifícios com ajuda de um pincel;
      – Ferva 100 g de fumo de corda bem picado em água por 20 minutos. Deixe-o esfriar e coe;
      – Encha uma seringa com o líquido e injete-o nos orifícios abertos pelas brocas;
      – Em seguida vede os orifícios com cera de abelha ou argila.

      Abraços

  6. Qual a formulação de Cupro dimy devo usar para tratar fungos na rosa do deserto

    • Nilton,

      O Cupro Dimy é um produto à base de cobre, na forma de pó solúvel ou líquido, que possui ação preventiva contra fungos e ao mesmo tempo nutre a planta com este elemento tão importante para ela.

      Ele pode ser aplicado na rosa-do-deserto semanalmente, em três aplicações.

      Abraços

  7. Sr. Raul, fiz uma pergunta há pouco com relação às folhas amarelas das madressilvas e passei uma informação errada. A pessoa da agropecuaria meu deu Nitrogênio e não, Hidrogenio como disse anteriormente…Martha ( Analandia- SP)

    • Bom dia Martha,

      Suas madressilvas foram atacadas pelo míldio. As folhas mostram manchas pardas de forma irregular na face superior; na inferior, a cor é cinzenta e cotonosa. A doença surge em temperaturas amenas e umidade muito alta, deixando as folhas secas e quebradiças.
      – É recomendável a poda de limpeza para o arejamento da muda;
      – Faça três pulverizações, semanais, com Forth Cobre, ele supre as necessidades de cálcio, cobre e enxofre;
      – Alterne essas aplicações com Leite azedo. Misture 1 litro de leite azedo, 3 litros de água e 2 punhados de cinzas de madeira. Pulverize 3 vezes com um intervalo de 10 dias
      entre uma e outra pulverização.

      Abraços

      • Boa tarde! Agradeço sua resposta. Fiquei um pouco confusa, por não entender muita coisa. Seriam 3 pulverizações por semana com o Forth Cobre ou 1 pulverização semanal durante 3 semanas? E como intercalo com 10 dias o leite azedo? Peço desculpas, mas estou confusa mesmo…
        Segue abaixo sua resposta: Suas madressilvas foram atacadas pelo míldio. As folhas mostram manchas pardas de forma irregular na face superior; na inferior, a cor é cinzenta e cotonosa. A doença surge em temperaturas amenas e umidade muito alta, deixando as folhas secas e quebradiças.
        – É recomendável a poda de limpeza para o arejamento da muda;
        – Faça três pulverizações, semanais, com Forth Cobre, ele supre as necessidades de cálcio, cobre e enxofre;
        – Alterne essas aplicações com Leite azedo. Misture 1 litro de leite azedo, 3 litros de água e 2 punhados de cinzas de madeira. Pulverize 3 vezes com um intervalo de 10 dias
        entre uma e outra pulverização.

        Abraços

        • Martha,

          Sim, são três pulverizações com Forth Cobre, uma por semana e deve alternar essas pulverizações com as outras feitas com leite azedo e cinzas de madeira, aplicadas nos intervalos daquelas feitas com o Forth Cobre.

          Abraços

  8. Bom dia! Meu nome é Martha e sou de Analândia (SP). Plantei várias mudas de madressilvas numa cerca há 3 meses ( estão com 1,30 m de altura ). Várias delas estão com as folhas com pontos amarelos. Depois, amarelam inteiras e caem. Não tem perfurações nas folhas. Uma pessoa de uma agropecuária me deu Hidrogênio para colocar ( 2 colheres de chá em cada muda) Está correto? Outra pergunta por favor…as madressilvas mais velhas plantadas há 1 ano estão com folhas amarelando, no entanto, estas tem perfurações nas folhas. Já encontrei 2 gafanhotos. Nos hibiscos que estão perto, o mesmo sintoma. O que fazer? Seguem fotos dos estágios do amarelamento das folhas. Desde já, agradeço sua atenção! Abraço.

  9. Boa tarde, Raul
    Tudo bem? Tenho que fazer uma manutenção em um jardinzinho que está plantada lavanda, ela já está bem arbustiva, porém está com aquelas folhinhas secas na sua base sei que é normal. Gostaria de uma ajuda de como devo fazer essa limpeza? É uma padaria em Americana, interior de São Paulo. Desde já agradeço e um grande abraço meu mestre.
    Att.
    Ivana

    • Boa tarde Ivana,

      Com uma luva grossa (pode ser aquelas rústicas tricotadas) passe no tronco suavemente e retire essas partes secas. Em seguida adicione 100 gramas de calcário dolomítico no pé dela, sem tocar o tronco, afofe para penetrar melhor e regue.

      Abraços grandes!

  10. Raul, Bom dia!
    Posso usar uréia em palmeiras, cercas vivas, e qualquer tipo de grama?

    • Boa tarde Raissa,

      Poder pode! Mas com muito cuidado a ureia possui 45% de nitrogênio e deve ser aplicada na grama usando 25 g por m2
      dividido em 3 aplicações, diluídas em água e distribuídas no solo, ou mediante pulverização usando uma proporção de 10 g a cada litro de água. É rica em hormônios vegetais, úteis para o crescimento e rusticidade da planta.

      Em palmeiras e cercas vivas deve ser usada na proporção de 2% de ureia e 98% de água.

      Abraços

  11. Muito obrigado ,aguardo resposta,parabéns pelo lindo trabalho.

  12. Consegui enviar a ft,q bom essa bismarkia q pode observar atrás, está assim tão bela graças a sua ajuda,voltando a manaca ,oque pode ser?

  13. Boa tarde Mestre Raul,mais uma vez venho solicitar ajuda,agora com minha manaca da serra q está secando os galhos da parte superior da sua copa,ela está plantada na cidade de Ritapolis MG,zona da Mata.

    • Boa tarde Cirleu,

      É difícil determinar o que está acontecendo com seu manacá, mas o mais provável é que seja um fungo.

      – Corte essa parte danificada,
      – Pulverize a copa três vezes, semanalmente, com Cupro Dimy.

      Isto irá resolver!

      Abraços

      • Obrigado mais uma vez mestre Raul, grande abraço.

        • Você merece, Cirleu!

  14. Olá Raul

    Tenho 1 par de palmeira, sendo que 1 deles estava com as folhas bem rasgadas, possivelmente comidas, a cúpula não abre as folhas, como se fosse um buque amarrado em cima, e sem as folhas na parte de baixo, já tem vários dias e nas dessas folhas abrirem, o que faço?

    • Olá Edivanilda,

      Acho que é a lagarta-das-palmeiras que alimenta-se dos folíolos e, quando não controlada, ataca podendo destruir a copa por completo, incluindo o broto apical, que é a parte mais tenra da palmeira.
      Produzem uma sensação de queimadura quando em contato
      com a pele.
      O Dimypel ou o Agree, inseticidas biológicos a base de Bacillus thuringiensis combatem essas lagartas.

      Abraços

  15. Tenho duas Kaizukas plantadas em vasos há 5 anos. Fiquei 2 anos sem colocar nenhum adubo e ela começou cair folhas e ficar amareladas.
    Há 2 meses comecei a colocar e troquei de vaso para um um pouco maior (80 cm de altura e 50 de boca).
    Percebo brotinhos mais próximo ao tronco, estão mais verdes mas bem ralas. Há mais alguma coisa a fazer ou só cuidar e esperar?
    No tronco tem um pouco de liquens.
    Obrigada.
    Santo André – SP

    • Caroline,

      Seu procedimento foi correto,mas ainda pode complementar com 500 gramas de torta de algodão para cada muda. Aplique este adubo sem encostar no tronco e afofe para que penetre melhor.

      Abraços

  16. Bom dia Sr Raul? Se Raul preciso saber o porq. Que minha jade trepadeira está com os brotos (astes escurece e aí ficam pretas) já perdi 2 bases por conta disto. E também algumas folhas estão com manchas pretas e também pitadinhas tipo ferrugem. O que devo bater?
    Sr Raul tenho umas roseiras também com as folhas manchadas pintadas tipo ferrugem e estão sem folhas. O que devo bater para que volt a dar rosas grandes? Obrigada pela sua atenção!
    Moro em Goiás- Fazenda próximo a Caldas Novas

    • Boa tarde Mirian,

      Tanto sua jade como as roseiras estão com um fungo conhecido como ferrugem. O excesso de nitrogênio e a umidade alta, favorece esta doença, que surge com manchas amarelo-alaranjadas ou marrom-avermelhadas na face inferior das folhas. Segue-se o aparecimento de pústulas, geralmente, de cor alaranjada.

      – Evite de molhar as folhas;
      – As partes atacadas devem ser eliminadas;
      – Faça uma adubação potássica, dissolvendo 50 g de cloreto de potássio em 5 litros de água e regue as mudas. Repita isto mais duas vezes a cada 10 dias.;
      – Pulverize 3 vezes, semanalmente, com Cupro Dimy.

      Abraços

  17. Boa tarde professor. Estou procurando por espécie arbustivas, ou folhagens grandes, que aceitem sol pleno e muito vento, para plantar em vasos. Quais o senhor indica? Obrigada

    • Boa tarde Priscila,

      Recomendo estas espécies que desenvolvem bem em locais bem ensolarados e ventosos:

      PORTE MÉDIO (0,70 a 1,50 m):

      Acalypha wilkesiana “Macafeana” – acalifa-mosaica;
      Euphorbia fulgens – chiquita-bacana;
      Mirabilis jalapa – maravilha;
      Ixora coccinea “Compacta” – ixora anã;
      Lantana undulata – lantana-branca.

      PORTE BAIXO (0,15 a 0,60 m):

      Catharanthus roseus – vinca-de-madagascar;
      Evolvulus glomeratus – azulzinha;
      Neomarica candida – íris-da-praia (FOTO);
      Bulbine frutescens – bulbine;
      Pentas lanceolata – estrela-do-egito;
      Turnera ulmifolia – flor-do-guarujá;
      Portulaca grandiflora – onze-horas.

      Abraços

  18. Bim dia progessor , reseda de 2 metros vermelho aceita fazer transplante ? Alguma recomendacao pra ter sucesso neste replantio?

    • Boa tarde Max,

      Pode transplantar, mas faça isto durante a próxima lua minguante que é a partir de amanhã até 4 de maio. Também retire uma boa parte das folhas, antes da operação.

      Abraços

  19. Raul, tenho este Pau Brasil, e está com a parte de cima , os gallhos secos, poucas folhas, parece doente. Você tem alguma ideia do problema? Moro em São Paulo, no planalto paulista. Obrigada.

    • Oi Sibelli,

      É difícil diagnosticar o problema apenas com esse relato, mas penso que pode ser alguma doença fúngica.

      Pulverize três vezes, semanalmente, com Cupro Dimy e aplique, sob a copa, mais ou menos 10 kg de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura.

      Isto vai estimular uma recuperação de seu pau-brasil.

      Abraços

  20. Boa tarde Raul!
    Tem como saber se o limão que tenho é realmente siciliano?
    Me chamou atenção o fato do fruto não ter aquele biquinho saliente.

    • Foto

      • Foto

    • Boa tarde Patricia,

      A diferença entre o siciliano e o taiti é notável. O taiti é, na verdade, uma lima ácida, já o siciliano é um limão verdadeiro. Dá para diferenciá-los perfeitamente. O taiti é verde, arredondado, bastante suculento e exibe uma casca fina, o siciliano tem uma casca amarela e bem grossa, é alongado e possui menos suco e tem um sabor mais ácido.

      Abraços

      • Oi Raul!
        Obrigada pelo retorno!
        Vou tentar enviar foto novamente.
        A diferença do fruto eu sei, dele maduro, mas o que tem no meu limoeiro está pequeno ainda e verde, eu não sei como é o processo de amadurecimento do siciliano no pé. Pra saber se eu tenho um siciliano jovem que não tem cara ainda mas terá ou se ele deste tamanho já deveria estar de outra forma. Por exemplo, os botões de flor tem um tom aroxeado, a flor aberta é normal, branca com meio amarelo.
        Li que o siciliano tem flores roxas, mas é regra? Tipo isso eu queria saber.

        • Oi Patricia,

          Não é uma regra ter a flor arroxeada. O fruto é alongado antes de estar maduro.

          Segue a foto da flor.

          Abraços

          • Encaminho fotos do lá de casa, o que acha?

            • flor:

            • Patricia, acho que é um limão ‘Tahiti’.

              Abraços

            • :(

  21. Grande Raul! Tenho uns 8 abacateiros no quintal e 2 deles estão murchando mesmo sendo regados quase todos os dias. Abaixo segue foto de um deles. Você teria como prescrever um tratamento para esse problema? Desde já agradeço a ajuda.
    Grande abraço e fica com Deus!

    • Bom dia Ailton,

      Pela foto acho que se trata da murcha de Verticillium. Esta doença se manifesta primeiramente nas brotações mais novas, apresentando muitas vezes sintomas de seca de ponteiros.

      Ela se propaga em solos úmidos, através das raízes, mas o controle químico desta doença não é recomendado, devido à inexistência de produtos registrados para este fungo no abacateiro e também pelos custos da aplicação. Recomendo eliminar essas mudas e, se possível, esterilizar o solo com brometo de metila no local e ao redor de onde foram retiradas.

      Abraços

  22. Por favor me ajude…essa rosa do deserto é da minha bisnetinha de 10 anos…
    Está enrolando as folhas para baixo. Segue fotos. Obrigada pela Santa ajuda mais uma vez.

  23. Bom dia Raul!
    Novamente pedindo sua santa ajuda para tratar minhas flores. Anexo envio fotos folhas da rosa do deserto que estão enrolando baixo..não vejo nenhum pulmão. As folhas estão limpas. Obrigada pela atenção.

    • Bom dia Dirce,

      Acho que se trata de ácaros e para combate-los faça assim:

      – Evite molhas as folhas dessa muda quando rega;
      – Faça três pulverizações, semanais, com enxofre ou com calda sulfocálcica;
      – Intercale essas pulverizações com 1 colher de sopa de farinha de trigo em 1 litro de água, para pulverizar também as folhas, isto também é eficaz.

      Abraços

  24. Olá Raul, ganhei uma muda dessa planta, e todos aqui a chamam de sino de natal. A minha está fraca e não floresce quase. Você sabe me dizer quem é ela?

    • Olá Mônica,

      É um Clerodendron speciosissimum. Para estimular o desenvolvimento e a floração, adube-a com:

      – 100 gramas de calcário dolomítico;
      – 500 gramas de torta de algodão;
      – 300 gramas de farinha de ossos.

      Isto vai melhorar sensivelmente sua planta.

      Abraços

  25. Minha palmeira rabo de raposa está com um furo no caule. Percebi que está oco por dentro, cabendo um dedo indicador. Parece que sai uma seiva do buraco. Matei um besouro dentro do buraco. O que devo fazer para não deixar a palmeira morrer? Peço por gentileza uma ajuda!
    Att.: Fernada.

    • Fernanda,
      – Limpe o orifício com ajuda de um pincel;
      – Pincele o tronco com Cupro Dimy;
      – Ferva 100 g de fumo de corda bem picado em água por 20 minutos. Deixe-o esfriar e coe;
      – Encha uma seringa com o líquido e injete-o no orifício aberto pela broca;
      – Em seguida vede os orifícios com cera de abelha ou argila.

      Abraços

  26. Como tratar broca no pé de jade vermelha

    • Celso,

      Cozinhe 1 kg de sabão de coco numa panela com 3 litros de água;
      uma vez fria, adicionar a essa calda 3 litros de querosene. Para
      pulverizar, dilua 1 litro do preparado em 15 litros de água. Pulverize ou pincele a jade-vermelha 3 vezes consecutivas a cada 7 dias.

      Abraços

  27. Olá…minha sumpatiens está com folhas amareladas e manchadas de marrom…alguns caules parecem estar podre…na parte superior por baixo de onde saem às flores tem um pozinho branco em alguns galgos e 90% parou de florescer. O que devo fazer

    • Olá Viviane,

      Apesar de ter sido produzido a partir de variedades resistentes à maioria dos tipos de doenças, o Sunpatiens pode ser infectada por certos fungos de podridão radicular quando as condições de crescimento não são ideais.

      Fungos como o Pythium e a Rhizoctonia podem se desenvolver devido à má drenagem , solo contaminado e feridas nas raízes . Para garantir que isso não aconteça, tente o seguinte:

      – Aumente a drenagem no solo com areia e material orgânico;
      – O plantio em canteiros enriquecidos com adubação verde tem sido correlacionado à maior resistência à Rhizoctonia;
      – Remova e destrua mudas com os piores sintomas;
      – Polvilhe no solo onde estão plantados, 200 gramas de calcário dolomítico e 3 kg de cinzas de lenha, livres de sal e/ou gordura por m²;
      – Esmague 4 dentes de alho e coloque-os em 1 litro de água e deixe descansar por 12 dias. Depois desse período, acrescentar 10 litros de água, misture e pulverize sobre as plantas. Repita a pulverização após 15 dias.

      Abraços

  28. Por favor,me ajude!!
    Tenho a planta chifre de veado,ela está ficando marrom nas folhas,bem no meio das folhas.Esta tomando conta das folhas.O que faço?? Obrigada, espero ansiosa por resposta.

    • Ajudo sim, Priscilla,

      Seu chifre-de-veado foi atacado por fungos, possivelmente rizoctonia. A principal causa dessa infecção fúngica é muita água nas folhas. Deixe-a secar por um mês ou mais ou até que os sintomas desapareçam e posicione ela em um local menos úmido.

      Pulverize três vezes, semanalmente, com Cupro Dimy e uma vez por mês com o fertilizante Fosway.

      Volte a regar quando começar um murchamento das folhas.

      Abraços

  29. Gostaria de saber se cortar a parte de cima da tuia holandesa, ela morre?

    • Não morre Karla, mas para que fazer isto? Essas plantas dispensam podas.

      Abraços

  30. Foto das variacoes dos caules, tanto ponteiras quanto + velhos existe diferença nitida de tom…

    • É verdade, Simoni, mas as brotações são, seguramente, aquelas de tons avermelhados.

      Abraços