Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Pergunte ao Raul – 2020

ATENÇÃO LEITORES

Informe na sua pergunta a sua região(Cidade e Estado). Pois estes dados são fundamentais para a elaboração precisa de sua resposta.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

2.957 Comments

  1. Bom dia Sr Raul Cânovas, o Sr sabe me identificar essa Árvore por essa folhagem?

    • Bom dia, Célio,

      Não recebemos sua foto, por favor tente novamente.

      Abraços

  2. Olá Raul, sou de Vespasiano Minas Gerais e plantei um pé de ipê roxo de 1 metro. Ele já deu uma crescida da copa depois que plantei no solo, está plantado em lugar que bate sol e também sombra, mas observei que as folhas brotadas novas algumas delas enrrugaram. As outras folhas mais velhas algumas estão coloração meio misturada tipo pintada rajados amarelos. Enfim o que queria saber se posso aplicar algum fungicida nele, ou enxofre da dimy é indicado? Estamos em época de chuva de novembro e antes das chuvas estava com presença de formigas pretas que ficavam sugando as folhas, e também vejo os mosquitos pousam muito nas folhas. Tentava antes combater essas formigas com pó de canela ou café, mas mesmo assim aparecia algumas. Então o que aplico para estes problemas que citei? Ou por ser uma planta de mato talvez não seja necessário fazer nada? Obrigada.

    • Olá Bianca,

      Seu ipê foi atacado por tripes. São insetos pequenos e sugadores que causam, além das deformações nas folhas, enrolando-as, o desaparecimento da clorofila, formando manchas pálidas.

      Pode combate-los usando uma calda de fumo.

      Pique 50 gramas de fumo de corda e coloque num vidro com 1 litro de água durante 12 horas (se deixar mais tempo, fermenta), coe e dilua em 5 litros de água. Em seguida pulverize, com tempo seco e repita a aplicação mais duas vezes, semanalmente.

      As formigas podem ser controladas usando barreiras feitas com carvão, cinzas, cascas de ovos ou farinha de ossos, isto é eficaz e não prejudica o Meio Ambiente.

      Abraços

  3. Acho que a foto não carregou… segue:

  4. Sr. Raul, boa tarde! Tudo bem?

    Tenho um antúrio que tem apresentado umas crostas marrons e deformidades nos brotos, botões, caules, flores e folhas. As folhas ficam manchadas e amareladas. Algumas outras plantas estão com sintomas parecidos, nos filodendros e jiboias os brotos já saem marrons ou pretos e não se desenvolvem … O que poderia ser?

    Obrigada! Abraços,

    Eliane – Jundiaí/SP

    • Segue a foto:

    • Boa tarde, Eliane,

      Seu antúrio foi infestado por Xanthomonas. Essa doença é capaz de estender sua ação em outras plantas da mesma família, como os filodendros e jiboias.

      Proceda da seguinte maneira:

      – Não molhe as folhas quando regar;
      – Deixe as plantas em local ventilado;
      – Desinfeste as ferramentas que utiliza na manutenção dessas plantas;
      – Faça 5 pulverizações, semanais, com Forth Cobre;
      – Efetue uma adubação usando, para cada planta, o equivalente a 1 litro de cinzas de lenha, livres de sal e/ou gordura (podem ser de padaria ou pizzaria);
      – Pulverize todas as plantas, a cada 30 dias, com o fertilizante Fosway.

      Elas irão melhorar!

      • Boa noite!

        Farei o procedimento, obrigada! ♥

        • Você merece, Eliane!

          Abraços

  5. Raul recebi seu livro , muito obrigada pelo oferecimento.
    Será uma honra poder me deliciar com essa leitura que vc deve ter escrito com tanta dedicação.

    Espero também que com ele eu lhe perturbe menos com tantas perguntas por aqui.

    Tenho um carinho é uma admiração muito grande por você. 😘

    Muito obrigada por tantos auxílios, orientações que vc prontamente me dá.

  6. Raul, você conhece a palmeira Macaíba? É muito comum aqui no Nordeste e é muito bonita. A única desvantagem é porque tem muitos espinhos, tanto no caule como nas folhas

    • Sim, a conheço. Cresce principalmente nas encostas dos morros.

      Segue uma foto dela.

      Abraços

  7. Agradeço a resposta, Raul mas na verdade eu quero saber se a acácia vermelha, sesbania punicea floresce bem aqui no Nordeste

  8. Bom dia Raul,
    Sabe dizer se a acácia baiana flora no Nordeste?

    • Bom dia Rivaldo,

      A cássia-baiana (Senna polyphylla), floresce o ano inteiro, mas intensamente no verão, ela prefere solos levemente úmidos, desenvolvendo bem no nordeste.

      Abraços

  9. Boa tarde, Raul

    Os produtos a base de abamectina para uso veterinário é o mesmo usado para o controle da larva minadora?

    • Boa tarde Catalina,

      Sim e além da larva minadora, combate ácaros.

      Abraços

  10. Olá Allan,

    Não é um problema ligado a iluminação, mas seguramente um fungo de solo.

    Faça o seguinte:

    – Diminua as regas;
    – Corte as folhas afetadas,
    – Polvilhe no solo do vaso, calcário dolomítico;
    – Pulverize três vezes, semanalmente, com Forth Enxofre;
    – Regue duas vezes por semana apenas com camomila e cavalinha:

    Deixe 50 g de camomila em água fria por 2 dias; em separado,
    ferva 150 g de cavalinha seca em 5 litros de água durante 20 min. Misture as duas soluções. Dilua 1/2 litro dessa calda em 3 litros de água e regue a begônia duas vezes por semana.

    Abraços

  11. Olá, mestre Raul! Tudo bem?
    Minha begonia está murchando do nada. Não me parece que seja falta de água pq o solo ainda está úmido. Poderia ser falta de iluminação ou algum outro motivo? Obrigado pela ajuda!
    Sou de São paulo – SP.

    • Olá Allan,

      Não é um problema ligado a iluminação, mas seguramente um fungo de solo.

      Faça o seguinte:

      – Diminua as regas;
      – Corte as folhas afetadas,
      – Polvilhe no solo do vaso, calcário dolomítico;
      – Pulverize três vezes, semanalmente, com Forth Enxofre;
      – Regue duas vezes por semana apenas com camomila e cavalinha:

      Deixe 50 g de camomila em água fria por 2 dias; em separado,
      ferva 150 g de cavalinha seca em 5 litros de água durante 20 min. Misture as duas soluções. Dilua 1/2 litro dessa calda em 3 litros de água e regue a begônia duas vezes por semana.

      Abraços

  12. Boa tarde! Tenho uma trepadeira Jade azul há quase 4 anos nunca floresceu … Sou de Paraíso do Sul RS.
    O que deveria fazer? Obrigado!

    • Bom dia Vanessa,

      Você pode não ver as flores até o segundo ano; inclusive ela não florescerá até que a base do caule tenha pelo menos 2 cm de diâmetro.

      Para estimular o desenvolvimento dela (e o florescimento) faça uma adubação com 1/2 kg de torta de algodão e também com o fertilizante Forth Flores, seguindo as recomendações do fabricante.

      Abraços

      • Grata pela atenção!

        • Você merece, Vanessa!

          Abraços

  13. Segue o Chifre de veado. obrigada

    • Olá Renata,

      Acho que essas manchas podem indicar ataque de uma doença conhecida como Rhizoctonia.

      Combata isto com o fungicida orgânico Biotrich.

      Abraços

  14. Olá Raul, tudo bem?
    Estou com um problema no chifre de veado e numa planta que acabei de plantar a Medelina, sabe o que pode ser? Estou em São Paulo.
    obrigada,
    Renata

    • Olá Renata,

      Seguramente trata-se de um ataque de fungos. Faça três pulverizações, semanais, com Forth Cobre.

      Abraços

  15. Boa tarde!
    Marantas pavão nascendo folha já queimada…o que poderia tá ocorrendo?
    Moro em Aracaju sergipe

    • Bom dia Cândida,

      Folhas queimadas podem indicar:

      – Excesso de luz solar;
      – Exagero na adubação;
      – Uma doença conhecida como mancha-parda;
      – Ácaros;
      – Antracnose;
      – Míldio.

      Há outros motivos, mas para poder diagnosticar, nos envie uma foto.

      Abraços

  16. Bom dia Raul preciso comprar 13 mudas de Dracena tricolor, você poderia me dizer onde adquirir num preço bom. obrigada
    Abraços

  17. Muito Obrigado!!! Será colocado em prática!

    • Você merece, Guilherme!

      Abraços

  18. oi Raul! Boa noite!
    adoro seu site…vc poderia me dar algumas sugestões de arbustos, sol pleno, para colocar num muro de 20m numa chacara e a que distancia planta-los um do outro? Em Capivari – interior de SP. Muito obrigada.

    • Oi Sueli,

      Que bom que o nosso site lhe está agradando!

      Seguem alguns arbustos que recomendo para essa situação, com a distancia que devem ser plantados:

      Odontonema strictum – odontonema, 1,50 m
      Sanchezia nobilis – sanquésia, 1,50 m
      Combretum fruticosum – escova-de-macaco, 2,00 m
      Grevillea banksii – grevílea-anã, 2,00 m
      Bauhinia galpinii – bauínia-vermelha, 2,00 m (FOTO)
      Caesalpinia pulcherrima – flamoyãzinho, 2,00 m
      Thunbergia erecta – tunbérgia-arbustiva, 1,00 m
      Brunfelsia uniflora – manacá-de-cheiro, 1,50 m

      Abraços

      • Que capricho! Muuuuito obrigada Raul, Deus te abençoe!

        • Você merece, Sueli!!!

          Abraços

  19. Ohh acho que não carregou a foto.

  20. Olá!
    Minha rosa do deserto está com problema há algum tempo. Inicialmente, o único problema era que as folhas ficavam marrom nas bordas até secar toda e cair. Mas agora elas estão ficando deformadas.
    Tenho passado vinagre uma vez por semana, há quatro semanas, mas não notei muita melhora.
    Que tratamento você sugere?
    Muito obrigada,
    Mariana (Rio de Janeiro, RJ)

    • Olá Mariana,

      Essa doença ocorre quando as folhas estão continuamente molhadas. A folhagem fica marrom e começa a apodrecer. As partes infectadas devem ser removidas e destruídas. Em seguida pulverize três vezes, semanalmente, com Forth cobre, alternando com Forth Enxofre.

      Se não melhorar nos contate novamente.

      Abraços

      • Obrigada Raul!!
        De fato, o vaso está ao ar livre e tem chovido bastante. Vou passar a protegê-lo quando chover e fazer a pulverização. Depois dou notícias!!!
        Mariana

        • Você merece, Mariana! Aguardo notícias.

          Abraços

  21. Espero que agora de certo a foto

  22. Segue a foto

  23. Segue a foto

  24. Boa tarde Raul

    O senhor poderia me ajudar novamente? Estou com uma gibões com algumas folhas com manchas marrons, algumas com manchas amarelas , outras rasgadas mas poucas nasceram enroladas (igual qd tem acaros .
    Está com várias pragas?

    • Bom dia Lou,

      As jiboias são propensas a apodrecimento das raízes se houver excesso de água. Os ácaros podem ser encontrados ocasionalmente.

      Entretanto me parece que as suas jiboias foram atacadas por tripes, eles são insetos pequenos e sugadores que causam, além das deformações nas folhas, enrolando-as, o desaparecimento da
      clorofila, formando manchas pálidas.

      Para combater esta praga use uma calda de fumo.

      Pique 50 g de fumo de corda e coloque num vidro com 1 litro de
      água durante 12 horas (se deixar mais tempo, fermenta), coe e
      dilua em 5 litros de água. Em seguida pulverize. repita isto 3 vezes, semanalmente.

      Abraços

      • Muito obrigada pelo retorno. Vou fazer isso.

        • Você merece, Lou!

          Abraços

      • Devo guardar essa calda? Se sim aonde? Geladeira?

        • Sim, Lourdinha, pode ser na geladeira.

  25. Bom dia Raul
    Tenho um cliente que quer plantar 180 hectares com espécies nativas do sul do Brasil em forma de Renques em Sistema Silvipartoril,
    Pelo que pesquisei um bom arranjo é renques com 5 linhas espaçamento de 8 metros entre plantas e distancia de 30 a 40 metros entre renques.
    Dentre as espécies estou pensando em:
    Grapia, Cedro, Louro, Camboatá, Acoita cavalo, Angico branco, Canafístula, Ipê roxo, Ipe da serra e Caixeta.
    O que acha da proposição, alguma consideração.

    • Bom dia Paulo Cezar,

      A essa lista pode acrescentar as que seguem, com suas floradas por estação:

      INVERNO:
      nome botânico – nome popular – altura – cor da flor
      Tabebuia avellanedae – ipê-roxo – 10 m – rosa
      Tabebuia alba – ipê-da-serra – 10 m – amarela
      Erythrina falcata – corticeira-da-serra – 10 m – vermelha

      PRIMAVERA:
      Erythrina crista-galli – corticeira-do-banhado – 6 m – vermelha
      Jacaranda puberula – carobinha – 6 m – roxa
      Parkinsonia aculeata – cina-cina – 5 m – amarela

      VERÃO:
      Senna multijuga – cassia-aleluia – 6 m – amarela
      Cybistax antisyphilitica – ipê-verde – 6 m – amarela
      Bauhinia forficata – pata-de-vaca – 5 m – branca

      OUTONO:
      Senna macranthera – manduirana – 6 m – amarela (FOTO)
      Cupania vernalis – camboatã – 10 m – creme
      Cordia trichotoma – louro-pardo – 6 m – branca.

      Abraços

  26. Bom dia tudo bem? Sou Emanuel de Campina Grande PB gostaria de saber o nome dessa planta. Obrigado

    • Bom dia Emmanuel,

      Pode ser uma pequena-angélica.

      Abraços

  27. Raul

    Queria lhe agradecer imensamente por tantas ajudas, tantas orientações que vc me deu.
    A sua disponibilidade e empenho em dividir o seu extraordinário conhecimento é lindo de se ver , é para poucos.

    Muito, muito obrigada

    • Ah, Lourdinha,

      Você é muito gentil. Conte comigo sempre que precisar.

      Abraços

  28. Mestre Raul, boa tarde! Tudo bem?
    Estamos com uma questão em relação aos guaimbês! Este da foto é uma variedade menor ou é o Philodendron bipinnatifidum? Muito obrigado!
    Abraço

    • Boa tarde Rodrigo,

      Acho que é Philodendron bipinnatifidum, o tamanho reduzido se deve a falta de nutrientes. Faça uma adubação com borra de café e cinzas de lenha, Livres de sal e/ou gordura (podem ser de padaria ou pizzaria).

      A reação pode demorar 1 ou 2 meses, depois o resultado é muito bom.

      Abraços

  29. Olá Raul parabéns pela maestria que é o seu site!!!

    Por favor, talvez o senhor possa me ajuda a desvendar o que está acontecendo com essa sapatinho de judia …. por favor ver foto em anexo, obrigado diretamente de TAUBATE SP

    • Olá Guilherme,

      Parece ser um fungo o causante dessa grande mancha que está afetando seu sapatinho-de-judia. Penso que pode ser a mancha de pestalotia.

      A umidade e as temperaturas altas favorecem o desenvolvimento dessa doença facilmente disseminada pelos ventos, os
      insetos e até os respingos de chuva. Surge com manchas pardas
      na área foliar. Proceda da seguinte maneira:

      – Faça uma poda eliminando as folhas afetadas. Desinfete a tesoura quando acabar a operação;
      – Pulverizar 3 vezes com Forth Cobre, semanalmente;
      – Espalhe sobre a terra onde está plantada 200 g do fertilizante Forth Plantio e revolva o solo para que penetre melhor. Regue. Repita esta aplicação a cada 45 dias, interrompendo-a no final de outono. Este produto contém Magnésio, Enxofre, Zinco e Boro, elementos
      necessários para que sua trepadeira combata esse fungo;
      – Polvilhe, também, o equivalente a 6 litros de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura em volta da muda afetada e afofe o solo para que penetrem melhor.

      Abraços

  30. Sr.Raul, esse é o pacová que tratei e o probleminha voltou… menciono ele na mensagem anterior. Obrigada.

    • Ana Carolina,

      Não sei se o problema voltou. A ferida mostra uma área amarelada, o que pode ser o resultado do próprio corte, aguarde algumas semanas para observar a reação desta folha.

      Abraços