Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Pergunte ao Raul

ATENÇÃO LEITORES

Informe na sua pergunta a sua região(Cidade e Estado). Pois estes dados são fundamentais para a elaboração precisa de sua resposta.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

6.693 Comments

  1. Como vai Dr Raúl.Gostaria de saber qual momento a semente da rosa do deserto está boa pra plantar. É quando a semente se abre?

    • Oi Eliana,

      Sua pergunta já foi respondida há pouco.

      Abraços

  2. Raúl, por favor me ajude. Tenho em minha casa um talude concretado que forma dois decks. Quero muito forrá-lo com uma trepadeira e pensei na Hera Batata, ou uma outra indicada por voce. O que me aconselha??? Quero trazer frescor pra minha casa e quebrar a faixada cinza do talude. Aguardo ansiosa por sua resposta.Obrigada e parabéns por seu trabalho. Grande abraço, Vania Braga.

    • Olá Vânia,

      Recomendo:

      Polygonum capitatum – tapete-inglês; (FOTO)
      Tradescantia zebrina – trapoeraba;
      Hedera canariensis – hera-batata;
      Hedera helix – herinha.

      Elas suportam bem tanto a sombra como o sol e são rústicas.

      Abraços

  3. oi professor RAUL,BOA NOITE,
    O SR. PODERIA ME DIZER POR BONDADE,QUE DOENÇA OU PRAGA ESTÁ A ATACAR MINHA PLANTA MENDINILLA MAGNIFICA,QUE HA 3 ANOS NUNCA FLORIU?ESTOU ENVIANDO UMA FOTO DA PLANTA.
    GRANDE ABRAÇO DE AGARDECIMENTO.
    hORTENCIA.

    • Olá Hortência,

      Vamos começar aconselhando a melhor maneira de regar sua Medinilla magnifica;

      Ela prefere não ser molhada em excesso. Regue-a uma vez a cada 7-10 dias. Não permitindo que a água a permaneça no fundo do vaso, isto é não coloque pratinhos com água. Ela adora ser pulverizada com uma névoa suave devido à secura no ar causada por aparelhos de ar condicionado.

      As manchas podem indicar ataque de ácaros que podem ser combatidos pulverizando uma calda feita com 1 litro de água misturado com um copo de leite azedo. Se não melhora use o inseticida Combat, um repelente natural que contém óleo de Neem, óleo de citronela e extrato de pimenta.

      Abraços

  4. Raul, boa noite!
    Tenho uma cica que sempre foi muito sadia, renovava as folhas e muito verde. Mudei a planta de uma casa para a chácara, há mais de um ano. Agora ela deu toda a pista que iria brotar novas folhas e resultou somente em uma bola no meio parecendo um repolho e aparentemente com fungos. O que devo fazer?
    Agradecida
    Dora

    • Boa noite Dora,

      Essa é a inflorescência da Cycas, que tem forma de cone. Existem plantas masculinas e femininas; as primeiras possuem uma espécie de pinha de cor creme e as fêmeas uma massa de ovários de coloração alaranjada (FOTO).

      Sua planta, pelo que você conta, não está doente.

      Abraços

  5. Bom dia Dr Raúl.qdo as sementes do Rosa do deserto estão prontas para placar”.E quando abrem aquala casquinha que as envolvem

  6. Caro Raul

    Comprei uma arvore com 2,50 metros de altura: Cassia Javanesa
    Seguindo sua orientação pretendo fazer o seguinte:

    Buraco 60cmx60cmx60cm.
    300gr de calcário dolomitico no fundo
    20 quilos de composto orgânico
    300gr de superfosfato simples
    200gr de cálcio
    Enxofre.

    Amigo Raul poderia me indicar um bom composto orgânico, e me indique como posso comprar o enxofre para plantas

    Abraços tudo de bom José S. Souen 10.03.15

    • Olá José,

      Não há necessidade de usar cálcio, já que estará aplicando calcário. Tampouco o enxofre tem sentido nessa operação de plantio.

      Abraços

  7. Oi Raul, tudo bem?
    Vou iniciar uma reforma em um jardim antigo no Guarujá, mas temos um sério problema de drenagem nesse espaço.
    Você pode me indicar uma empresa gabaritada para prestar esse serviço?
    Aguardo seu retorno.
    Bjs e obrigada.

    • Oi Adriana,

      Fernando Andrade da Agrogeo Engenharia, é especialista em sistemas de contenções ecológicas, controle de erosão com o uso de vegetação e geossintéticos que auxiliam a drenagem. E-mail: fernando@agrogeo.com – Tel: (11) 3338-2995 / 9-7725-1721. Recomendo!

      Abraços

  8. Raul, vou te mandar outra foto

  9. Querido Raul, mais uma vez te peço ajuda com meu gramado. Vou tentar mandar umas fotos pra você ver se identifica o que acontece.

    Ele estave muito lindo e verdinho até fim de janeiro, mesmo com calor insuportável do Rj, Estou molhando fim da tarde e começo da manhã, então acho que ela não está passando sede. Eu pensei que pode ser fungo e desnutrição, pois tem partes que ela eontinua bem verde. Outra coisa, o cortador de grama é de fio de nylon (tRAMONTINA AP 7000), não sei s fizemos uma poda muito curta. Sempre que corto, passo o garfo ou ancinho para tirar o excesso de grama cortada e sempre sai aquela grama marronzinha úmida.
    Será que tem jeito para recuperar ou vou perder essa região toda?

    Grande abraço,

    Sandra

    • Querida Sandra,

      O amarelamento que as imagens mostram pode ser motivado por vários fatores, a desnutrição é o mais plausível. A falta de nutrientes abre as portas para pragas e doenças. Também o corte baixo é prejudicial, já que expõe as raízes da gramínea. A poda deve ser de 1/3 da folha e a máquina ideal não é a de fio de nylon, mas as que possuem lâminas rotativas, com regulagem de altura (a Trapp tem uma línea grande delas, inclusive manuais de baixo custo).
      Para melhorar seu gramado faça assim;

      – Pulverize 3 vezes (uma por semana) com calda bordalesa;
      – A seguir cubra a grama com 1 cm de areia lavada de rio, adicionando 150 g de calcário dolomítico por m²;
      – Em seguida polvilhe 100 g de cloreto de potássio por m²;
      – Passados 7 dias aplique 30 g do fertilizante Dimygrass, por m²

      Pronto! Tenho certeza de que seu gramado voltará a ser verdejante!

      Abraços

  10. gostaria de saber se se aplica o principio da lua minguante para poda, tambem nas arvores frutiferas ou somente no caso da jardinagem.

    • Sim, Maria das Dores,

      As influencias exercidas pela Lua afetam as plantas em geral, independente de serem comestíveis ou ornamentais.

      Abraços

  11. prezado Raul, acabo de fazer um curso contigo, amigo do Nicolas Behr e do Viveiro do Senado.
    o espaço é pouco para eu enumerar as arvores nativas ( bioma cerrado ) que produzo aqui, então sendo objetivo :
    QUAIS ARVORES, DENTRO DO BIOMA CERRADO, SÃO APROPRIADAS PARA ESTACIONAMENTOS ?
    Obrigado e espero ansiosamente pelo curso de “historia do paisagismo” ou outro assunto que queira abordar.
    Érico Zorba / Viveiro de Plantas do Senado

    • Boa noite,trabalho com jardinagem na minha cidade,e estou com um problema em um dos jardins que cuido, é que estão aparecendo terra por todo o gramado e deixando o mesmo fofo o que é e o que fazer obrigado.

      • Olá Hamilton,

        Esses montículos que surgem pelo gramado indicam a presença de paquinhas. esses insetos escavam túneis no solo, criando câmaras, para depositar seus ovos. Tem hábitos noturnos, quando saem para se alimentar de matéria orgânica: pequenos insetos, raízes e brotações de grama. Os túneis enfraquecem as raízes do gramado secando-o com o tempo.

        Trate o problema assim;

        – Melhore a drenagem com uma cobertura de 5 mm de areia lavada de rio;
        – reduza as regas;
        – dissolva 250 g de sabão em pó em 5 litros de água e, com um regador, despeje o preparado diretamente nos buracos que apareceram no gramado. Faça isto depois de cair o sol para não “queimar” a grama.

        Abraços

    • Caro Érico,

      Seguem algumas espécies que julgo interessantes para uso nos estacionamentos de Brasília:

      Jacaranda cuspidifolia – jacarandá-de-minas;
      Tabebuia caraiba – ipê-amarelo-do-cerrado;
      Tabebuia impetiginosa – ipê-roxo-de-bola;
      Tabebuia ochracea – ipê-cascudo-amarelo;
      Tabebuia roseo-alba – ipê-branco;
      Cordia glabrata – louro~branco;
      Terminalia brasiliensis – amarelinho;
      Lamanonia ternata – guaperê;
      Curatella americana – cajueiro-bravo-do-campo;
      Sloanea monosperma – sapopema;
      Mabea fistulifera – mamoneira-do-mato;
      Ocotea odorifera – canela-sassafrás;
      Caesalpinia echinata – pau-brasil;
      Caesalpinia ferrea – pau-ferro;
      Holocalyx balansae – alecrim-de-campinas;
      Senna spectabilis – canafístula;
      Acacia polyphylla – monjoleiro;
      Albizia hasslerii – farinha-seca;
      Anadenanthera colubrina – angico-branco;
      Pithecolobium tortum – tataré;
      Bowdichia virgilioides – sucupira-do-cerrado;
      Machaerium aculeatum – jacarandá-bico-de-pato;
      Platycyamus regnellii – pau-pereira;
      Pterodon emarginatus – faveiro;
      Magonia pubescens – tingui-do-cerrado;
      Styrax ferrugineus – benjoeiro;
      Luehea grandiflora – uvatinga;
      Qualea grandiflora – pau-terra;
      Vochysia tucanorum – pau-de-tucano.

      Não possuem frutos suculentos e suas copas são frondosas. Algumas não são do Cerrado, mas são adequadas por serem resistentes a estiagem e sol pleno.

      Um grande abraço

  12. Mas a florzinha dela não é branca, é lilás ou roxinha clara e o cheiro é de menta pura bem diferente do cheiro de mirra que também tenho no meu quintal.

    • Essa aí, Salette, é uma hortelã-verde (Mentha spicata). Com a foto que nos enviou fico mais fácil identificar.

      Abraços

  13. Qual é o nome desta árvore de grande porte? Vagens firmes e em torno de 35 cm?

    • Oi Gracieli,

      Não é possível identificar, com precisão, uma árvore apenas com essas fotos. Há 18.860 espécies da Família das Fabáceas com bagens parecidas.

      Mas arriscaria dizer que é uma canafístula-de-besouro (Senna Spectabilis) com florada amarela a partir de finais de primavera.

      Abraços

  14. Raul, bom dia.

    Plantei 3 Ravenalas, há 3 anos, na casa de um cliente. O mesmo me procurou recentemente para questionar sobre o crescimento das plantas que parecem ter começado a mover o piso da piscina. Atrás tem um muro de arrimo, pois a casa dele está em um nível mais alto. VC acha que futuramente poderemos ter problemas? Estou em dúvida da retirada das plantas.
    Grata

    • Bom dia Iná,

      A Ravenala cresce melhor em solos úmidos e bem drenados, possui poucas raízes superficiais e algumas profundas. Duvido que cause problemas nas estruturas próximas, a não ser que essas três plantas não tenham espaço suficiente para desenvolver.
      Cavoque o solo em volta delas e observe se as raízes estão pressionando pisos ou muros.

      Abraços

  15. Querido Raul, preciso saber como transplantar uma caizuca de 3m. Depois de suas palestras, não consego. A mais conviver com ela numa boa. Hoje encontrei tudo o que precisava: um comprador. Tomara que ele cuide cm dela

    • Querida Graça,

      Que legal seu desprendimento dessa Kaizuka!

      Você tem que fazer um berço de modo que sobre pelo menos um espaço de 15 a 20 cm no entorno do torrão da planta, para preenchê-lo com a terra adubada. Essa adubação pode ser feita com 200 g de NPK 4-14-8 e 10 kg de um bom substrato, misturado com a terra retirada do berço. No fundo do berço espalhe 500 g de calcário dolomítico. Despeje no fundo desse berço um palmo da terra adubada, coloque com cuidado a muda, já sem a embalagem do torrão(se for de juta, não precisa, ela se decompõe naturalmente). Se perceber que o torrão está com a terra um pouco solta, coloque a Kaizuka com a embalagem nesse berço e depois retire-a com cuidado para evitar que o torrão se esfarele. Depois preencha os espaços laterais do torrão com a terra adubada, evitando deixar espaços vazios. Complete bem com toda a terra até a altura do colo da muda, e soque com o cabo do enxadão para deixar a terra bem compactada. Regue bem, uma ou duas vezes ao dia, nos primeiros 30 dias. Esse transplante deve ser feito pela manhã, bem cedo ou no final da tarde.

      Também é necessário retirar as agulhas ressecadas, apenas puxando-as com os dedos. A poda dessas agulhas velhas favorece a brotação das novas, com coloração mais viva.
      No momento do transplante tente não cortar as raízes, borrifando as folhas constantemente até três meses após o transplante.
      Cuidado com o vento direto na planta, na hora de transportá-la de um lugar para o outro,ele pode desidratar e queimar suas folhas.

      Boa sorte!

      Abraços

      • Ok Raul! Obrigada pelas dicas. Se eu entendi bem, vc explicou qual a melhor maneira de replantar a Kaizuka. E para tirá- la do lugar de onde ela está, como devo proceder?

        Obrigada,

        Graça Sampaio

        • Olá Graça,

          Aparentemente a resposta que enviei dias atrás foi extraviada pelo sistema…coisas da Rede!!!

          Repito a seguir meu esclarecimento:

          Para retirar-la do lugar proceda de seguinte forma:
          1 – No dia anterior ao transplante, regue a Kaizuka para facilitar a operação; desse modo o solo umedecido ficará mais fácil de trabalhar;
          2 – No caso de haver muita compactação, afofe a terra superficialmente e faça um círculo em volta da planta com aproximadamente 1 metro de diâmetro;
          3 – Em seguida, com uma pá estreita e reta, corte o solo seguindo o círculo traçado até uma profundidade de 80/90 cm de modo a ser formado um torrão compacto e consistente;
          4 – Erga a planta e proteja o torrão de terra com filme “stretch” auto-adesivo, que protege e conserva a umidade do torrão até o plantio. Se possível banhe o torrão com Trichoderma spp.(fungos com ação fitossanitária positiva) O produto impede o aparecimento de doenças nas raízes;
          5 – Siga os conselhos de minha resposta anterior e plante a Kaizuka no local definitivo.

          Abraços

    • Olá Graça! Fiquei curiosa quando vc diz “depois de suas palestras não consigo mais conviver com ela numa boa.” Qual seria o problema da kaizuka? Obrigada! Abraço.

      • Oi Rayssa,

        Nunca fui a favor do cultivo de kaizukas. Foi por esse motivo que a Graça afirmou isto.

        Essa espécie precisa de invernos frios e de muito sol, algo difícil de acontecer na maior parte do país, especialmente quando ela é posicionada junto aos muros, onde não recebe a luz solar em 50% de sua estrutura.

        Além do mais sempre é aconselhável usar plantas sintonizadas com nossa paisagem tropical ou subtropical, especialmente as do bioma de cada região. Desse modo teremos jardins genuínos.

        Abraços

  16. Gostaria de saber que planta é essa que nasceu no meu quintal tem um cheiro gostoso e forte se parece com cheiro de vick vaporube.Pode usa la como remédio?

    • Oi Salette,

      Deve ser uma Tetradenia riparia, conhecida como mirra ou pau-de-incenso. É medicinal com propriedades analgésicas, antidiarreicas, anti-sépticas e diuréticas.

      Abraços

  17. Como vai Raul, tudo bem ?

    Li sobre a Acácia Mimosa, aquela das folhas cinzentas …que ela vive apenas 15 anos…é verdade mesmo ?

    Abraço !

    Pablo

    • Olá Pablo,

      O gênero Acácia abrange perto de 1.300 espécies na Europa, África, sul da Ásia, Austrália e as Américas.
      A Acácia-mimosa, com folhas prateadas(Acacia podalyriifolia) é australiana, podendo crescer até 6 m. Com lindas flores amarelo-canário, que aparecem entre os meses de julho a setembro, se adapta bem em pequenos jardins, mas possui pouca resistência a ventos e também é pouco longeva, geralmente vive entre 10 e 15 anos, sendo mais duradoura em climas temperados.

      Abraços

  18. Olá Raul.
    Tudo bem?
    Estou enfrentando um problema com o plantio de buxinhos nos jardins . Nessa foto que enviei de um canteiro em uma laje pode-se ver que metade dos (42) morreram. Bem , refiz todo o canteiro reforçando a drenagem. O canteiro da foto foi plantado aqui em Campo grande em novembro passado e desde dezembro tem chovido um bocado. Mas em outro jardim os buxinhos foram plantados no chão , e dos 10 , 05 já estão amarelando e secando. Sigo os procedimentos recomendados, porém não sei se , o que vem ocorrendo , se deve ao excesso de chuvas mais as regas efetuadas pelos clientes. (Obs: as outras plantas dos mesmos locais estão lindas e maravilhosas!!! ) E, como você é o meu guru , resolvi fazer essa consulta. Talvez pela foto você possa me dar umas dicas. Help me!!! Obrigada . Marise

    • Olá Marise,

      Pela imagem parece ser o “míldio do buxo”, uma doença que causa desfoliação intensa e morte de raminhos.
      As plantas, principalmente as muito jovens, poderão morrer.Este fungo não infecta as raízes.

      Faça o seguinte:
      1. Arranque e queime as plantas mortas.
      2. Pode os ramos doentes.
      3. Remova as folhas caídas e a parte superficial do
      solo na proximidade de plantas doentes.
      4. Ao regar, evite molhar a folhagem.
      5. Desinfete as ferramentas utilizadas na poda.
      6. Pulverize 3 vezes com sulfato de cobre (uma vez por semana)

      A umidade elevada, sombra e má circulação de ar são
      condições favoráveis ao desenvolvimento do fungo.

      Abraços

      • Muito, muito obrigada!!!!!

  19. Dr Raul não obtive resposta. Gostaria de saber se esse é o verdadeiro Ilex aguifolium.

    • Agora terei mais de cima

      • Agora tirei mais de cima é a mesma planta.

    • Sim Eliana, é o azevinho (Ilex aquifolium).

  20. Bom dia sr Raul
    Mais uma vez necessito de sua ajuda.
    Plantei Ipomeia Rubra no meu pergolado a um ano e meio. Estava linda e quase encobrindo – o. Acontece que a mais ou menos dois meses, as folhas estão caindo, amarelando e ficando murchas. Percebi também que existem muitos furos no tronco. O que pode ser? Como faço pra recuperar minha Ipomeia?
    Obrigada pela atenção!
    Maria de Lourdes

    • Boa noite Maria de Lourdes,

      Sua ipomeia está sendo atacada por brocas. Pincele os troncos com uma calda feita da seguinte maneira:

      Cozinhe 1 kg de sabão de coco numa panela com 3 litros de água, uma vez fria adicione 3 litros de querosene. Dilua em 10 litros de água e passe nos ramos da trepadeira 3 vezes consecutivas a cada 7 dias.

      Também pode alternar essas aplicações com o inseticida biológico Bovenat PM

      Abraços

  21. Boa tarde:

    Gostaria se possível me ajudasse a identificar esta trepadeira. Trouxe de Tiradentes-MG. Se fosse possível enviar mais fotos acho que facilitaria, masesta consulta só aceita uma imagem. Existe um email onde posso enviar mais fotos?

    Obrigado

    • Olá Anízio,

      Trata-se de um Polygonum aubertii, trepadeira originária do Tibete e China. Seu desenvolvimento é rápido, cobrindo muros e grades.

      Abraços

    • Essa planta de chama Bertalha (Anredera cordifolia). É nativa do Brasil e cresce espontaneamente. É comestível (suas folhas e tubérculos).

      • É possível que você esteja certa, Marília. A trepadeira-da-madeira, bertalha ou erva-gorda, como é chamada a Anredera cordifolia, é muito parecida com a trepadeira que indiquei. Obrigado pela colaboração.

        Abraços

  22. Bom dia, tenho um pé de pitaia que já esta na terceira safra os frutos eram grande, chegavam a pesar o menor 750 gr e o maior 965 gr. e todos os botões das flores vinga vão, agora os botões estão amarelando quando chega ao diâmetro de 2 cm. murcha e cai, e aqueles que resistam os frutos tem a metade do peso. Gostaria de saber qual é o motivo.

    • Boa noite Advaldo,

      O motivo é desnutrição. Adube a muda com:

      – 8 litros de esterco bovino curtido, misturado com 300 g de farinha de peixe, o equivalente a 5 litros de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura e 200 g de calcário dolomítico;
      – Pulverizações com Force Potassium e Ajifol SM Boro (conforme bulas dos fabricantes) são importantes.

      Abraços

  23. Gostaria de saber se vcs manda para qualquer estado as plantas flor de cera, porque eu gostaria de poder adquirir uma planta de cera que a folha parece um coração.

  24. Caro Amigo Raul

    Ao em vez de pulverizar as plantas com “Bio Pirolenhoso”, posso rega-las numa dosagem de a 1%, teria o mesmo efeito do que pulverizar?.
    Abraços Raul, tudo de bom.

    José Saad Souen 26.02.15

    • Não José, ele deve ser aplicado através de pulverização.

      Abraços

  25. Raul,

    Tenho uma muda de Pitanga, e pretendo cultivá-la em vaso com uma boa nutrição e irrigação. Acha possível obter frutas com estas condições ? Que cuidados devo tomar para torná-la produtiva ?

    • Claro que é possível, Uri,

      Use um vaso com capacidade para 80 ou 100 litros e terra vegetal enriquecida com um bom substrato para plantio e um pouquinho de areia de rio. Esterco de galinha, farinha de ossos e torta de mamona podem ser adicionados nesse solo e, depois de 3 meses, um punhado de húmus de minhoca pode completar o alimento que sua pitanga necessita para se encher de frutos.

      Abraços

  26. Como vai Dr Raul? Adoro o meu jardim.Vivo para ele e para os meus netos. Gostaria de saber se Ilex Aquifolium é o mesmo que espinheira santa?No mais um grande abraço e um bom final de semana.

    • Como vai Dr Raúl? Gostaria de saber se azevinho é o mesmo que espinheira santa. Um grande abraço e um bom final de semana.gif

      • Olá Eliana,

        O azevinho (Ilex aquifolium), é um arbusto europeu de folha persistente, já a espinheira-santa (Maytenus ilicifolia) é planta medicinal conhecida há muito tempo pelos índios da América do Sul.

        Elas não tem nenhum vinculo entre si.

        Abraços

  27. oi…estou numa duvida….qual o nome da aroeira salsa macho…aquela que nao solta semente….precisava descobrir o nome mais comum para poder encontrar….

    • Olá Edi,

      A aroeira-mansa (Schinus molle) é dioica, isto é, há árvores fêmeas e árvores machos, em biologia, chama-se espécie dioica àquela em que os sexos se encontram separados em indivíduos diferentes. O gênero Schinus abrange 25 espécies das Américas Central e do Sul. Todas frutificam e seus frutos geram sementes.

      Abraços

  28. Prezado Raul,
    Agradeço a resposta e com certeza vou usar o fertilizante. Darei notícias.
    Abraços,
    Amália

  29. Prezado Raul, boa tarde.
    Tenho um quintal no andar térreo do meu apartamento e como sempre gostamos de plantas, transformamos o quintal numa minifloresta, porem temos um problema: plantamos um manacá da serra num vaso de cimento tamanho grande; tem boa floração porem a “árvore” não cresce.
    Tem alguma ideia do que pode estar acontecendo?
    Obrigado e um abraço
    Siro Zalasar

    • Boa tarde Siro,

      O motivo pelo qual o manacá não desenvolve pode ser:

      1º Sendo uma árvore, suas raízes precisariam de mais espaço para alimentar um porte maior.

      2º a especie é uma Tibouchina mutabilis ‘Nana’, conhecida como manacá-da-serra-anão , alcançando, em vasos, no máximo 2 m de altura, mas geralmente não ultrapassando 1,50 m

      Abraços

  30. Prezado Raul,
    Aprecio o seu trabalho e sempre leio as suas crônicas na Revista Natureza e agora vou curtir o blog.
    Tenho um sítio simples e com culturas orgânicas, galinheiro e um boizinho. Sempre usei esterco de boi na horta e no pomar.Como comecei a juntar esterco de galinha, passei a usá-lo também. Esta é a 3ª vez que o uso nas plantações misturado com o bovino e nunca tive problemas. Mas desta vez, as plantas não se desenvolvem quase nada, as mudas de hortaliças estão encroadas, não passando de quatro folhinhas, apareceram lagartos verdes listrados e gafanhotos pretos com pernas coloridas e mais alguns besourinhos pretos doursdos. Por favor me ajude o que posso fazer. Aguardo sua análise. Tirei algumas fotos, mas não sei como colocá-las aqui.
    Parabéns e abraços,
    Amália

    • Olá Amália,

      Tanto o esterco bovino como a cama de frango são ricos em nitrogênio, o excesso estimula o desenvolvimento de folhas mas também o surgimento de pragas, atraídas pela seiva rica em esse elemento.

      Lhe recomendo usar o fertilizante foliar Agri Sil, ele proporciona uma maior resistência a doenças e pragas e repele insetos. ;entre no site deles para saber mais: http://www.ecolmax.com.br/agrisil

      Abraços