Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Araribá

A bela árvore é da família Fabaceae, espécie Centrolobium tomentosum Guill. Ex Benth (Centrolobium vem do grego ketron (esporão e lóbulo), devido ao apêndice espinhoso da sâmara; tomentosum é pela presença de pelos longos, densos e entrelaçados).

Ela é conhecida vulgarmente como araribá, araribá-rosa, tipiri, etc. Ocorre naturalmente em vários Estados do Brasil, entre as latitudes 14° S, na Bahia, e 24° 40’ S, no Paraná. Sua variação altitudinal vai de 30 a 1.150m de altitude. Altura variável entre 10 e 30m, com 30 a 70cm de DAP.

A araribá apresenta dispersão de sementes anemocórica. É empregada em reflorestamentos de florestas nativas (alguns autores a classificam como não-pioneira e, outros, como pioneira), na recuperação de áreas degradadas, o que enriquece o solo, por produzir muita folhagem.

Ocorre em várias formações florestais, até no cerradão e em ambientes ripários, destacando-se na Mata Atlântica. Além disso, está presente em regiões com precipitação pluvial média anual de 1.000 a 2.100mm.

Quanto à temperatura, a araribá ocorre em locais com média anual mínima de 13,5° C e média máxima de 27,2° C. Seus solos têm fertilidade química variável entre boa e média profundidade e umidades também variáveis. A muda pode ser plantada a pleno sol.

O seu crescimento varia de médio a rápido. A madeira é usada na construção civil e naval, marcenaria e carpintaria em geral, obras hidráulicas, etc. Possui substância tanante, sua raiz e sua casca são empregadas como corantes; casca e folhas possuem uso medicinal. A planta é empregada em sistemas agroflorestais. Essa árvore possui potencial paisagístico e pode ser empregada na arborização urbana.

Responder Alexandra Swerts Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

9 Comments

  1. boa noite prezado,
    gostaria se possível receber mais informações da árvore Araribá e outras árvores do nosso cerrado brasileiro
    agradeço desde já

    • Bom dia Francisco,

      As informações sobre o araribá já foram dadas pelo Alex. Que mais você gostaria de saber?

      Seguem algumas árvores nativas do Cerrado:

      Acacia polyphylla – monjoleiro;
      Albizia hasslerii – farinha-seca;
      Anadenanthera colubrina – angico-branco;
      Bowdichia virgilioides – sucupira-do-cerrado;
      Caesalpinia echinata – pau-brasil;
      Caesalpinia ferrea – pau-ferro;
      Chloroleucon tortum – tataré;
      Cordia glabrata – louro~branco;
      Curatella americana – cajueiro-bravo-do-campo;
      Holocalyx balansae – alecrim-de-campinas;
      Jacaranda cuspidifolia – jacarandá-de-minas;
      Lamanonia ternata – guaperê;
      Luehea grandiflora – uvatinga;
      Mabea fistulifera – mamoneira-do-mato;
      Machaerium aculeatum – jacarandá-bico-de-pato;
      Magonia pubescens – tingui-do-cerrado;
      Ocotea odorifera – canela-sassafrás;
      Platycyamus regnellii – pau-pereira;
      Pterodon emarginatus – faveiro;
      Qualea grandiflora – pau-terra;
      Senna spectabilis – canafístula;
      Sloanea monosperma – sapopema;
      Styrax ferrugineus – benjoeiro;
      Tabebuia caraiba – ipê-amarelo-do-cerrado;
      Tabebuia impetiginosa – ipê-roxo-de-bola;
      Tabebuia ochracea – ipê-cascudo-amarelo;
      Tabebuia roseo-alba – ipê-branco;
      Terminalia brasiliensis – amarelinho;
      Vochysia tucanorum – pau-de-tucano.

      Abraços

  2. Obrigda Alex, ótimas informações!

    • Alexandra,

      Em nome do Alex agradeço seu comentário!

      Abraços

  3. Compramos sementes, alguma sugestão de como plantá-las?

  4. Meu nome é Reinaldo possuo um sítio de 6 alqueires que comprei recentemente, sou apaixonado por mata, no meu sítio fui informado pelo vizinho que tem essa árvore ARARIBÁ, GOSTARIA DE SABER:
    – Em que época posso encontrar as sementes, e como fazer as mudas.
    Desde já meu muito obrigado

    • Bom dia Reinaldo,

      Esta época de novembro é boa para semear. A coleta deve ser feita quando o fruto seco muda de cor, ficando marrom-escuro. Pode ser feita diretamente da árvore ou também catando os frutos no chão. Eles devem ser mergulhados em água durante 24 horas, aproveitando apenas os frutos afundados.

      Depois coloque-os em saquinhos individuais mantidos em um ambiente levemente sombreado, preenchidos com um substrato para plantio; cubra-os com 1 cm desse mesmo substrato peneirado e regue (sem encharcar) duas vezes ao dia. As mudas alcançam entre 4 ou 5 m de altura em apenas 2 anos.

      Abraços

      • Obrigada, respondida minha pergunda

        • Ah, perfeito Mirian!

          Abraços

Secured By miniOrange