Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Pergunte ao Raul – 2021

ATENÇÃO LEITORES

Informe na sua pergunta a sua região(Cidade e Estado). Pois estes dados são fundamentais para a elaboração precisa de sua resposta.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

4.396 Comments

  1. Bom dia Raul. Vou subir o nível de meu gramado em torno de 12 cm, para nivelar com a calçada. Para isso vou colocar terra e colocar nova grama. Preciso retirar a grama velha ou posso colocar a terra e a nova grama sobre ela?

    • Bom dia Antônio,

      Não utilize terra, prefira uma mistura de 70% de areia média lavada e 30% de Forth Condicionador Gramados.

      Mas retire a grama antes de colocar essa mistura e replante-a depois de feita a camada de solo.

      Abraços

  2. Olá Raul, gostaria de saber que planta é essa e quais cuidados eu deveria tomar com ela.

    • Olá André Luis,

      É uma mangueira, deve ser plantada diretamente no solo em um local espaçoso. Prefere sol pleno e uma adubação orgânica com esterco de curral e farinha de ossos.

      Abraços

  3. Boa tarde Sr Raul, tudo bem?

    Minhas lantanas estão lotadas de pulgões, como faço para eliminá-los com eficácia? já comprei um veneno específico para isso no Garden, mas não está resolvendo, também está tendo algumas cochonilhas.

    Muito obrigada pela atenção

    Att

    Laine

    • Bom dia Evangelaine,

      Os pulgões, atacam hastes e folhas sugando a seiva. Causam atrofiamento e podem transmitir viroses.

      Combata essa praga com calda de sabão.

      Corte em pedaços 500 g de sabão, dissolva em 1 litro de água
      quente, adicione 40 ml de óleo mineral aos poucos. Dissolva o
      preparado em água morna e, na hora de pulverizar, utilize 100g
      da pasta para cada 5 litros de água fria. As cochonilhas também são controladas com este preparado.

      Também polvilhe no solo carvão vegetal bem picadinho, junto com pitadas de cinzas de lenha livres de sal e/ou gordura.

      Abraços

  4. Prezado Raul,
    Boa noite!
    Estou tentando, sem sucesso, eliminar os fungos Gnats das minha plantas. Li um artigo sobre um produto chamado VECTOBAC. Você conhece? Indica? Posso utilizá-los nos substratos das plantas que tenho em vasos ? Moro em apartamento. Muito grata por mais esta orientação. Sou de Recife/PE.

    • Bom dia Silvia,

      Esse larvicida é indicado para o combate de mosquitos e borrachudos, talvez controle também essa praga.

      Tente também pulverizar com 50 ml de creolina diluída em 100 litros de água e borrife óleo de neem, três vezes, semanalmente e alternadamente.

      Abraços

  5. olá raul,mas essa bromelia porto seguro atinge até 90cm,ou existe outra variedade,seria para forração mesmo.

    • Oi Fernando,

      Então poderia ser a Tillandsia cyanea ou a Neoregelia ‘Fireball’ (FOTO), elas não ultrapassam os 20 centímetros de altura.

      Abraços

  6. Olá, Raul

    Recentemente ganhei um cacto da minha tia. Ele está com algumas manchas estranhas e eu não sei o que pode ser e nem como resolver.
    Estou anexando a imagem. Por favor, se identificar o possível problema, me informe, eu ficarei muito grata.

    Atenciosamente,
    Nathália.

    • (Acho que a imagem não foi)

    • (ultima tentativa de enviar a foto.)

    • Olá Nathália,

      Seu cactos foi infestado por um fungo, a podridão seca. Para controlar essa moléstia pincele três vezes, semanalmente, as partes afetadas com sulfato de cobre ou pulverize com Forth Cobre, também três vezes.

      Polvilhe também a terra do vaso com um bom punhado de cinzas de lenha, livres de sal e/ou gordura, podem ser de lareira, padaria ou pizzaria e afofe em seguida.

      Deixe o cactos em local ensolarado.

      Abraços

  7. boa noite raul,tudo bem
    tem como vc me tirar uma duvida.
    estou implantando um jardim na beira de um muro com 4 estrelitizia com espaços de 1 metro,e vou colocar um separador de grama a distancia de 80cm do muro.então vou fazer uns desenhos com pedras brancas numero 2 e pedras dolomitas pretas.para colocar essas pedras acho que será melhor colocar manta de bidim em baixo,sobre o canteiro preparado e plantado as estrelitizia.gostaria de saber se essa manta e as pedras não vão atrapalhar o desenvolvimento de brotações laterais da estrelitizia e também quando eu for adubar vou ter que retirar essa manta de bidim,como vc faz nesses casos.obrigado pela atenção.

    • Bom dia Fernando,

      As Strelitzias necessitam de umidade ambiente alta, assim como o solo, que deve ser levemente úmido. As pedras absorvem calor, diminuindo esta umidade. Já pensou em fazer este desenho com duas forrações? Por exemplo: Aechmea blanchetiana – bromelia-porto-seguro combinando com Evolvulus glomeratus – evólvulo.

      Desta maneira o cenário ficará mais tropical e as plantas desenvolverão melhor.

      Abraços

  8. Bom dia Raul, tudo bem?
    Qual conselho vc poderia me dar com relação à tiririca? Usei o SEMPRA (5g para 20ml de água) e já pulverizei duas vezes. Não vejo nada acontecer. Ocorre que o local é muito grande e esse material é muito caro! Não sei se a dose que estou usando está correta … Agradeço desde já!!!

    • Bom dia Juliana,

      Um método barato e relativamente eficaz é aplicar 20 gramas por m² de sulfato de magnésio. Tente isto.

      Também o herbicida Gramizap combate a tiririca (não sei o preço comparado com o Sempra). Ele deve ser aplicado três dias após o corte da grama, no final de tarde e os efeitos do combate aparecem depois de 15 ou 20 dias.

      Abraços

  9. Raul, essas espécies dão certo também no sertão nordeste: Acalifa, alamanda arbustiva, alamnada roxa, algodão bravo, calindra, camélia, cordiline australiano, cordiline vermelha, dracena deremensis, dracena tricolor, de madagascar, girassol dobrado, hibisco, jasmim de leite, jasmim dos poetas, mussaenda rosa, helicônia hirsuta ?

    • Geraldo,

      Procure pelos nomes dessas plantas, neste mesmo blog. Você encontrará as informações que precisa.

      Abraços

  10. Olá Raul, plantei a grama esmeralda no meu quintal em fevereiro de 2020. Ela aparentemente pegou bem, mas mesmo no verão ficou meio rala, tanto que só fiz podas nas laterais, perto do muro. Agora no outono ela amarelou bem e solta muita folha seca. Tenho apenas regado diariamente pra ver se ela revide. Moro em Curiúva no Paraná. Aqui faz frio e ocorrem geadas de vez em quando.

    • Olá Emanoel,

      Faça uma cobertura, com meio centímetro de espessura, usando Forth Condicionador Gramados e a plique o fertilizante Maxgreen S3, ele é rico em potássio, protegendo o gramado do frio e de doenças.

      Abraços

      • Obrigado, mas só estou encontrando Maxgreen de 20kg. Meu gramado tem só 60m2, precisava uma embalagem menor.

        • Oi Emanoel,

          Então substitua o Maxgreen por sulfato de potássio, ele deve ser aplicado usando 30 gramas por m². Poder ser aplicado em regas.

          Abraços

  11. Bom dia grande Raul, pode dizer arbustos para semi árido sertão nordestino. Com flores e também folhagens bonitas. Fico no aguardo, grato por tudo

    • Bom dia Geraldo,

      Estes são alguns arbustos que desenvolvem na sua região:

      Calliandra brevipes – quebra-foice;;
      Cordia leucocephala – moleque-duro;
      Dasylirion longissimum – dasilírio-liso-sem-espinho;
      Euphorbia leucocephala – neve-da-montanha, (FOTO);
      Furcraea foetida – falso-agave-gigante;
      Furcraea gigantea “Striata”- piteira-mansa;
      Jatropha panduraefolia – jatrofa;
      Lantana camara – cambará;
      Passiflora cincinnata – maracujá-da-caatinga;
      Pachypodium lamerei – paquipódio;
      Plumbago auriculata – bela-emilia;
      Rosmarinus officinalis – alecrim;
      Spartium junceum – giesta.

      Abraços

      • Muito grato por suas colaborações.

        • Você merece, Geraldo!

          Abraços

      • Onde posso encontrar mudas ou sementes ? Aqui n tem nos viveiros.

        • Geraldo,

          Procure na cidade mais próxima, um produtor ou garden que comercialize.

          Abraços

  12. Mudei uma palmeira azul a ao plantar ela notei que tinha uma rachadura no tronco.
    Acredito que foi na hora que arranquei pois foi com uma máquina e agora o que eu faço

    • Emerson,

      Essa rachadura pode ser tratada fazendo inicialmente uma raspagem para remover o tecido apodrecido até encontrar o tecido sadio; a seguir é necessário fazer um tratamento profilático passando pasta bordalesa. É necessário, depois, untar a ferida com parafina, pasta selante Biofert Fix
      ou Calpik, ou também, quando o corte for pequeno, pingando-
      -se uma gota de própolis.

      Abraços

  13. Raul, estou desesperado por uma solução para essa praga que está acometendo todas as plantas do meu quintal. O que pode ser? As folhas começam a amarelar, “queimar” e cair, e a cajamanga ficou infestada de pontos pretos em toda a planta (caule, folgas, frutos). Parece que começou nela e agora virou uma infestação que pegou tanto as nossas arvores como plantas ornamentais. Sabem dizer o que é e como tratar (da forma mais natural possível)? Fiz a aplicação apenas uma vez de água com água oxigenada, mas creio que o problema não foi resolvido. Tentei também cauda bordalesa, mas pelo visto o amarelamento ainda continua.Muito obrigado!

    • Ai vai a foto

    • Olá Lurian,

      Difícil diagnosticar sem ver o distúrbio, pena sua foto não chegou até nós.

      Mas, seguramente se trata de um fungo, entretanto a cajá-manga é caducifólia, portanto perde as folhas nesta época de outono.

      Tente controlar essa doença com esta fórmula:

      Deixe 100 g de camomila em água fria por 2 dias; em separado,
      ferva 300 g de cavalinha seca em 10 litros de água durante 20 min. Misture as duas soluções. Dilua 1 litro dessa calda em 20 litros de água e pulverize as plantas contaminadas. Repita isto mais duas vezes, semanalmente, tomando o cuidado de ensopar totalmente as folhas das plantas afetadas.

      Também adicione ao solo 300 g de calcário dolomítico por m² misturado com 30 g de sulfato de potássio, revolvendo até uma profundidade de 10 cm.

      Abraços

  14. Olá
    De uns tempos para cá, minha árvore da felicidade começou a perder suas folhas.
    A ponta de alguns galhos estão escuras. Normalmente a regamos 3x/semana.
    Creio que a sua imagem pode explicar melhor minha impressão.

    • Olá Patrícia,

      A árvore-da-felicidade é bastante resistente a pragas. Entretanto, raramente, pode ser atacada por pulgões, cochonilhas e ácaros. Pulverize-a com uma solução de sabão misturada com óleo de neem (duas colheres de sopa em um litro de água), isto ajuda a manter essas pragas sob controle.

      Abraços

  15. Olá raul tudo bem
    fiz um curso seu de um gramado maravilhoso e gostei muito.estou para plantar grama são carlos e neste terreno a terra está 7 cm abaixo do nivel do piso.como vc disse no curso devemos preparar o solo em uma camada de 15cm,então seria correto neste solo que é um pouco argiloso descompactar ele mais alguns cm e misturar areia e condicionador gramados até uma faixa de 2cm antes do piso e misturar também os adubos superfosfato simples e calcario dolomitico nas proporções certas,mas esses adubos eu misturo mais superficialmente em cima do solo ou misturo tudo na areia e condicionador.é o meu primeiro plantio de grama e quero deixar bem bonito para o cliente.principalmente nessa época de outono inverno corre algum risco de a grama não ir para frente,ou é melhor esperar a primavera.obrigado raul.

    • Bom dia Fernando,

      O calcário dolomítico pode ser aplicado na camada inferior, isto é por baixo do substrato com areia. O superfosfato polvilhe por cima dessa mistura, evitando que os dois se misturem.

      Pode plantar nesta época de frio, as raízes trabalham mesmo nos períodos de temperaturas baixas.

      Abraços

  16. Raul, bom dia.
    Por favor uma nova ajuda sua. O jasmim amarelo das sete floreiras do meu pequeno condomínio está ficando com as folhas muito amareladas em todas elas. Foi complementada a terra das floreiras com substrato; e uma semana depois aplicado o NPK 10-10-10. Não percebo melhora nelas. Seria normal, pela época do outono? Ou haveria algo que possamos fazer para recuperá-las? Ela pega sol, mantemos rega a cada dois dias. Lembro-me que no ano passado nesta mesma época o jasmim não sofreu tanto. No início do ano ele estava lindo, verde, robusto. Obrigado.
    Wanderley
    São Paulo (SP) – Vila Mariana

    • Boa tarde Wanderley,

      As folhas amarelas podem revelar uma reação a essa adubação com NPK 10-10-10. A época não é propicia para aplicação de fertilizantes, a não ser o potássio, ele deve ser aplicado nesta estação, já que resguarda a planta dos frios e da seca.

      Recomendo uma poda suprimindo em especial esses ramos mais afetados e aqueles mais velhos e troncudos.

      Abraços

  17. A última foto. Desculpe por enviar tantas. Mas estou muito triste com o estado delas.

  18. Mais uma foto.

  19. Outra foto.

  20. Nova foto

  21. .

  22. Seguem as fotos.

  23. Raul, bom dia.
    Por favor uma nova ajuda sua. O jasmim amarelo das sete floreiras do meu pequeno condomínio está ficando com as folhas muito amareladas em todas elas. Foi complementada a terra das floreiras com substrato; e uma semana depois aplicado o NPK 10-10-10. Não percebo melhora nelas. Seria normal, pela época do outono? Ou haveria algo que possamos fazer para recuperá-las? Ela pega sol, mantemos rega a cada dois dias. Lembro-me que no ano passado nesta mesma época o jasmim não sofreu tanto. No início do ano ele estava lindo, verde, robusto. Obrigado.
    Wanderley
    São Paulo (SP) – Vila Mariana

  24. Bom dia grande mestre Raul, desejo saber orientações como fazer compostagem orgânica no sitio do meu pai. Lá tem muitas folhas secas das mangueiras que caem, restos de galhos secos, cascas secas, estrumo de gado etc Qual tamanho da cova, material de base, cobre com lona, melhor no sol ou sombra, tem que revirar o material, qto tempo estará pronto para uso nas plantas ? fico no aguardo das suas iluminadas orientações

    • Bom dia Geraldo,

      Coloque em um terreiro plano uma camada de 15 cm de restos de jardim e lixo doméstico; sobre ela, uma camada de 5 cm de esterco de gado, que deverá ser coberta por terra peneirada; logo a seguir deve ser polvilhado calcário dolomítico (200 g por m2). As camadas devem ser repetidas até atingirem uma altura de 1,5 metro.

      O esterco a ser utilizado (com exceção das fezes do cão e do
      gato), pode ser substituído ou acrescido de farinha de ossos e
      ao lixo doméstico pode ser adicionado: verduras, legumes, talos, folhas, frutas, cascas (com exceção de cítricos como laranja), ossos, penas, mato, casca de ovos, pó de café, folhas e/ou saquinhos de chá, cinzas, papel, folhas secas, serragem, aparas de madeira etc.

      A matéria orgânica definida como compostagem é o resultado
      da decomposição desses resíduos que levam pouco tempo para
      se decompor. É importante destacar que, enquanto cascas de
      frutas levam aproximadamente 60 dias para se decomporem, o
      papelão faz isto em, no mínimo, 6 meses, as madeiras envernizadas ou pintadas em 15 anos, as sacolas plásticas e as garrafas pet em 100 anos.

      Esses resíduos orgânicos devem ser enterrados em uma escavação quadrada de 20cm de lado por 30cm de profundidade para cada 10 litros de composto. Por cima dele adiciona-se serragem o folhas secas, cobrindo em seguida com terra ou palha, evitando moscas e mal cheiro. Em poucas semanas se terá um material de tonalidade e textura homogêneas, com características de húmus, chamada de composto orgânico, pronto para ser aproveitado no jardim. Não deve ser usado em estado fresco.
      Em média contém: 0,5% de nitrogênio, 0,6% de fósforo, 0,5%
      de potássio.
      Não devem ser usados: plásticos, pilhas, Tetra Pak, vidros, restos de medicamentos, tintas, graxas, agrotóxicos, baterias e sobras de carne em excesso.
      É importante regar a mistura uma vez por semana; a umidade
      e o calor (por volta de 70ºC) provocam a fermentação. Os
      trituradores de resíduos orgânicos são ótimos auxiliares já que reduzem a pequenos fragmentos galhos, folhas, cascas e outros restos, apressando o resultado.
      Uma segunda composteira irá auxiliar na rotatividade da operação: enquanto uma tiver o material já pronto para uso, a
      outra estará fabricando composto para as semanas seguintes.

      Abraços

      • Muito grato, disse tudo.

        • Ah, Geraldo, que bom que lhe foi útil!

          Abraços

  25. Olá,tenho uma palmeira rabo de raposa,e ela está com uns buracos no talo da folha,fazendo com que as folhas torem e caiam msm ainda estando verde,o que será isso?me ajuda por favor,ela está quase ficando sem folhas!

    • Olá Claudio Henrique,

      Talvez seja um ataque de lagartas da borboleta Brassolis sophorae, que fazem esses buracos quando comem as folhas durante a noite.

      Para combater essa praga adicione 5 gramas de Dimypel em 1 litro de água e agite bem, em seguida pulverize as folhas homogeneamente até ficarem completamente molhadas. Para obter melhores resultados, repita a aplicação a cada 15 dias.

      Abraços

  26. Boa noite Raul,uma cliente me perguntou do sertão semi árido nordeste que devido a carência de chuvas regulares ela utiliza água salobra de poços nas plantas e tá causando morte de algumas, inclusive a grama esmeralda. Fale dessa água salobra …

  27. Como recuperar um pitósfosro- japonês que está morrendo. Aparentemente não há pragas. Está sem novas brotações e as poucas folhas estão secando.

    • Jussara,

      Esse sintoma no pitósporo-japonês, (Pittosporum tobira), pode indicar um ataque de fungos no solo.

      Proceda desta maneira:

      – Corte a ponta dos ramos do arbusto atacado, suprimindo 40 centímetros das pontas;
      – Diminua drasticamente as regas;
      – Adicione ao solo 300 g de calcário dolomítico misturado
      com 30 g de sulfato de potássio, revolvendo até uma profundidade de 10 cm;
      – Regue com extrato de casca barbatimão a 5%;
      – Pulverize o solo onde está plantado com Ecotrich, um fungicida formulado a base do fungo Trichoderma.

      Espero que com este manejo seu pitósporo se restabeleça.

      Abraços

  28. Raul, existe alguma trepadeira que eu possa plantar no pergolado com cobertura de policarbonato??

    • Cíntia,

      Sim, várias, por exemplo:

      Allamanda cathartica – alamanda-amarela;
      Antigonon leptopus – amor-agarradinho;
      Arrabidaea candicans – cipó-rosa;
      Clerodendron splendens – clerodendro-vermelho;
      Combretum fruticosum – escova-de-macaco-alaranjada;
      Cuspidaria floribunda – cuspidária;
      Ipomoea purpúrea – glória-da-manhã, (FOTO);
      Jasminum grandiflorum – jasmim-italiano;
      Lonicera japonica – madressilva;
      Mansoa difficilis – cipó-de-sino;
      Pandorea jasminoides – trepadeira-de-arco;
      Petrea subserrata – flor-de-são-miguel;
      Pyrostegia venusta – cipó-de-são-joão;
      Quisqualis indica – jasmim-da-índia;
      Senesio mikanioides – trepadeira-africana;
      Thunbergia alata – suzana-dos-olhos-negros;
      Turbina-corymbosa – lençol-branco.

      Abraços

  29. Boa noite, Raul!
    Posso usar superfosfato em vez de farinha de osso? Grata pela resposta

    • Sim, Silvia,

      Pode usar 50 gramas por m².

      Abraços

  30. Ola Raul.Gostaria se saber se pode identificar essa planta e quais os cuidados que preciso tomar.

Secured By miniOrange