Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Whashingtonia filifera

Palmeira-leque-da-califórnia, washingtônia-de-saia, palmeira-de-saia

Ela é comum em áreas desérticas e áridas, próxima de cursos de água, suportando tanto o calor como as temperaturas baixas. Seu tronco único pode alcançar 80 centímetros de diâmetro, apresentando marcas ocasionadas pela queda das folhas mais velhas, que são palmadas, em forma de leque, com uma coloração verde-acinzentada, estas, quando secas, permanecem agarradas ao tronco formando uma espécie de saia e protegendo o estipe. É uma pena que muitas vezes sejam retiradas, desqualificando o enriquecimento que propiciam à silhueta. O agrupamento delas é numeroso podendo chegar até 50 folhas, agrupadas na coroa folhar, contendo pecíolos longos delimitados por espinhos curvos. Seu tronco é mais encorpado do que a W. robusta. As flores produzem frutos oblongos e pretos.

O gênero ao qual pertence foi uma homenagem ao primeiro presidente dos Estados Unidos, George Washington e o termo filifera , refere-se ao aspecto de suas folhas, com uma espécie de penugem nas bordas.

Seu transplante é descomplicado e relativamente fácil, podendo ser aproveitada no paisagismo, mesmo os exemplares mais velhos, que chegam a viver mais de 200 anos. Ela é uma das palmeiras mais usadas nos jardins no mundo todo, dado sua rusticidade e a adequação a solos de todo tipo, inclusive aos litorâneos. Podendo ser pensada para formar grupos ou fileiras marginando avenidas.

  • Sinônimos estrangeiros: California fan palm, (em inglês); washingtonia de california, palmera de abanico, (em espanhol).
  • Família: Arecaceae.
  • Características: palmeira de grande valor ornamental.
  • Porte: 10 a 13 m de altura, excepcionalmente pode alcançar 20 metros, com 3 a 4 m de diâmetro de copa.
  • Fenologia: Final da primavera e verão.
  • Cor da flor: branca e com leve perfume, mas insignificante.
  • Cor da folhagem: verde-acinzentado.
  • Origem: Sudoeste dos Estados Unidos, especialmente California e Arizona e noroeste do México.
  • Clima: Subtropical e temperado ameno, suportando geadas esporádicas.
  • Luminosidade: pleno sol ou meia-sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

8 Comments

  1. Boa noite seu Raul, estou pensando em colocar uma na fachada da minha casa, mas estou com medo por conta do tamanho que ela pode chegar, vi algumas publicações que pode passar os 20 metros.
    Gostaria de saber quanto ela cresce por ano e também se nem todas chega nesse tamanho?

    • Bom dia Joao Paulo,

      Dificilmente a Whashingtonia filifera alcance mais de 10 metros de altura, quando cultivada em local ensolarado e com solo pouco úmido.

      Pode planta-la sem medo.

      Abraços

      • Raul, como faço para germinar suas sementes ? Obrigado ! Palmas/To

        • Hudson,

          Acabei de responder sua pergunta em uma outra seção.

          Abraços

  2. Boa tarde amigo,essa palmeira precisa colocar Irrigação sistema raíz?

    • Bom dia Romildo,

      A irrigação por gotejamento é bem-vinda, desde que dimensionada.

      Abraços

  3. Palmeira linda

    • É verdade Antonio, linda, robusta e de vida longa!

      Abraços