Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Dracaena sanderiana

bambu-da-sorte, dracena-fita, dracena-sanderiana

Esta dracena prosperará em qualquer área da casa onde muitas outras plantas não poderiam sobreviver, especialmente nas áreas mais escuras. Na natureza, o bambu cresce à sombra das árvores da floresta tropical, preferindo luz solar indireta. Prefere umidade ambiente alta, desenvolvendo também diretamente na água. Caso queira ser cultivada na água de forma permanente, ela deve durar alguns anos em sua casa ou local de trabalho, desde que você mude a água a cada duas semanas, evitando a água da torneira, já que a planta é sensível ao cloro, o que resulta em amarelecimento das folhas.

 

O nome sanderiana foi dado em homenagem ao orquidôfilo Sander (1847-1920).

Foi amplamente importada na China a partir da década de 1980 com o nome de kāiyùnzhú ou bambu da sorte, por ser semelhante ao caule do bambu. Na cultura tradicional chinesa, o bambu é uma planta de sorte. De acordo com a doutrina do Feng Shui , suas hastes suspensas em um lugar propício trazem paz, segurança e afastam espíritos malignos. No entanto, o Feng Shui tradicional não usa o bambu da sorte pela razão de não ser uma planta nativa da China. Após a morte de Mao Tsé-Tung, a China gradualmente se abriu para o mundo, importou a Dracaena sanderiana e tornou-se mais tolerante com o Feng Shui e a religião popular, até então assediados como vestígios de superstições feudais. Horticultores e entusiastas do Feng Shui surgiram com a ideia de assimilar os efeitos benéficos dos bambus aos bambus da sorte . O sucesso comercial foi além de todas as expectativas. Grandes viveiros para a produção desta espécie começaram a aparecer na China tropical. A produção foi concentrada nas províncias costeiras de Guangdong , Fujian e Zhejiang , com a maior parte da produção para exportação.

  • Sinônimos estrangeiros: sander’s dracaena, ribbon dracaena, lucky bamboo, curly bamboo, chinese water bamboo, friendship bamboo, goddess of mercy plant, belgian evergreen, ribbon plant, (em inglês); bambu de la suerte, ( em espanhol); dragonnier de Sander (em francês).
  • Família: Asparagaceae.
  • Características: Pequeno arbusto
  • Porte: 1,50 metros.
  • Cor da flor: insignificante.
  • Fenologia: outono, inverno e início da primavera.
  • Cor da folhagem: Totalmente verde ou verde com margens creme ou amareladas.
  • Origem: República dos Camarões, Gabão.
  • Clima: Tropical/subtropical.
  • Luminosidade: Sombra total ou meia sombra.

Responder Francine Bautitiz Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

91 Comments

  1. Boa Noite Raul!
    Recem adquiri seu livro, muito gostoso de ler, fácil e objetivo, parabéns.
    Minha amiga esta com este Bambo da Sorte com as folhas sempre amarelando nas pontas.
    Creio ser excesso de umidade porque está regando duas vezes na semana.
    Você pode falar melhor sobre o tipo de solo e rega dos Bambos da Sorte?
    Grande abraço, obrigada!

    • Bom dia Francine,

      Que bom que está gostando do meu livro!

      Essa dracena está sofrendo uma deficiência nutricional. Precisa de uma adubação com 100 gramas de torta de algodão e três pulverizações, semanais, com Forth Cobre.

      As regas devem ser limitadas a uma vez por semana e as folhas afetadas precisam ser cortadas.

      Abraços

  2. Boa tarde Raul.

    Estou com minha dracena com essas manchas, não sei o que fazer, poderia me orientar? Agradeço desde já.

    Renata

    • Boa tarde Renata,

      Sua dracena foi infestada por um fungo conhecido como antracnose.

      – Elimine as partes afetadas, cortando-as com um canivete afiado;
      – Faça três pulverizações, semanais, com o fertilizante Forth Solúveis Produtivo. A fórmula garante uma fonte alta de Potássio, necessário para criar defesas contra esse fungo, além de fornecer Nitrogênio e micronutrientes. Alterne essas aplicações com outras feitas com Forth Cobre, ele supre as necessidades de cálcio, cobre e enxofre.

      Desta maneira irá eliminar por completo essa doença.

      Abraços

      • Boa noite Raul!

        Agradeço pelo orientação, parabens pelo trabalho e dedicação!!!

        Gratidão

        • Você merece, Renata!

          Abraços

    • Boa noite Raul!

      Não estou encontrando o Fort Solúveis Produtivo, aqui na minha cidade São Carlos-SP, e pela internet só achei de 15 kg, teria outro produto pra substituir, já estou passando o Fort Cobre.
      Posso passar o Fosway?
      Obrigada desde já.

      • Bom dia Renata,

        Sim, pode usar o Fosway, ele é rico em potássio, como o Forth Solúveis, mas complemente com pulverizações feitas com enxofre.

        Abraços

  3. Gostaria de saber como salvar está planta, porque a minha está com a raiz flouxa Obrigada se puder me ajudar

    • Vera Lucia,

      Para remediar o problema das raízes, faça uma adubação com 100 gramas de farinha de ossos, bem misturada na superficie do solo e regue com 10 ml de Forth Equilibrio em 1 litro de água.

      Abraços

  4. As fotos

  5. Olá Raul!
    Eu adquiri recentemente um broto de bambu da sorte em conjunto com outro, plantados em kokedama.
    Um dos brotinhos, são 3 numa mesma kokedama, está com umas manchinhas marrom claras, bem perto do musgo. Tenho medo de se tratar de alguma doença e se alastrar para os outros, que estão verdinhos.
    E o outro, que tem a parte superior com folhas, não dá pra ver o caule mas as folhas estão com umas manchinhas.
    Já pensei em desfazer e separar os brotinhos mas eu provavelmente não serei capaz de refazer e não foi barato. Será que é preciso?
    Obrigada pela generosidade em dividir seu conhecimento!
    Um abraço!

    • Olá Aprys,

      Seu bambu-da-sorte foi afetado por um fungo, a ferrugem. O excesso de nitrogênio e a umidade alta, especialmente na primavera/verão, favorece esta doença, que surge com essas manchas. Evite de molhar as folhas e pulverize três vezes, semanalmente, com Forth Cobre.

      Também pode combater essa doença com uma calda de alho.

      Usando 100 gramas de alho macerado durante 24 h. em 2 colheres de sopa de óleo mineral, adicione isto a 10 gramas de sabão de coco em 1/2 litro de água. Dilua em 1 litro de água e pulverize as folhas, repita isto mais duas vezes, semanalmente.

      Abraços

Secured By miniOrange