Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Euphorbia leucocephala

leiteiro-branco, cabeleira-de-velho, cabeça-branca, neve-da-montanha, flor-de-criança, chuva-de-prata
Euphorbia leucocephala

Sua origem é um tanto incerta, contudo é freqüente observa-la em regiões tropicais. Em Brasília que fica a uma altura de, aproximadamente, 1.000 a 1200 metros acima do nível do mar, com o inverno seco e frio, vi uns exemplares nos jardins do Ministério do Exercito; Burle Marx usou os leiteiros em áreas ensolaradas e apesar do pouco cuidado dispensado atualmente a esse projeto do genial paisagista, as mudas sobressaem encantando o visitante.

É uma sábia escolha para ser cultivada na caatinga nordestina e em todos aqueles locais onde a água é escassa.

  • Sinônimos estrangeiros: white-laced euphorbia, christ child, snowflake, snows of Kilimanjaro, little Christmas flower (em inglês); pascuita, pascualita, pascuilla, punupunú, puno puno, nangaña, flor de lechita, euforbio de lazo blanco, flor del ninõ, pumpumí (em espanhol).
  • Família: Euphorbiacea.
  • Características: arbusto semi-herbáceo, ou arvoreta, muito ramificado e de copa globosa.
  • Porte: 1,5 a 4 m de altura e cerda de 2 a 3 m de área.
  • Fenologia: outono e inverno.
  • Cor da flor: brácteas brancas (perfumada).
  • Cor da folhagem: verde-clara.
  • Origem: sul do México, Guatemala, Honduras, El Salvador e Nicarágua. Segundo alguns botânicos, é nativa da África Equatorial.
  • Clima: tropical/ subtropical (não tolera geada e é sensível a ventos).
  • Luminosidade: sol pleno (tolera pouca sombra).

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

5 Comments

  1. Essa é a muda menor, que se desenvolveu bem.

  2. Olá Raul tudo bem?
    Vi sua postagem sobre a euphorbia e me apaixonei. Comprei duas mudas e plantei em vaso. A menor se desenvolveu bem (vou enviar a foto no próximo comentário), já a maior não está brotando na parte de baixo dos galhos e tenho medo de podar toda essa ponta e a planta morrer. Você pode me orientar sobre a poda? Devo amarrar os galhos para não crescerem tão espalhados?

    • Olá Mariana,

      Corte as pontas dos ramos, suprimindo apenas duas folhas e adube com 500 gramas de torta de mamona e um punhado generoso de borra de café.

      Ela irá reagir em três semanas. Não precisa amarra-la.

      Abraços

Secured By miniOrange