Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Ceiba speciosa

paineira rosa, árvore de paina, barriga d’água, barriguda, árvore de lã, bomba d’água, paina, paina de seda, paineira de espinho, paineira de seda

Árvore

A paineira é uma espécie muito popular, devido a suas flores espetaculares, grandes e muito vistosas, que nascem na axila das folhas, com cálice tubular e campanulado, o néctar atrai insetos, como a borboleta monarca, que realizam a polinização e também suas flores são cobiçadas pelas abelhas. O tronco acinzentado e recoberto de grandes acúleos piramidais. O fruto grande abre-se quando maduro, soltando uma paina sedosa, entremeada com as sementes que são disseminadas pelos ventos. Antigamente eram utilizadas para encher almofadas, colchões e coletes salva-vidas.

Flor

Sua madeira possui pouca resistência e tendência ao apodrecimento. É aproveitada em forro de móveis, divisórias, embalagens leves, aeromodelismo, material isolante, enchimento de portas, caixas, gamelas, cochos, tamancos, canoas e outros usos que não requeiram resistência. Além disso, produz pasta para papel e cartão.

Tronco

Uma característica dela é a forma do tronco nas regiões mais frias, que apresenta um acentuado espessamento em sua parte central, afilando-se em direção às extremidades superior e inferior; Isso, que pode chegar a 2 m de diâmetro, serve para armazenar água, podendo suportar meses de seca se necessário.

Desenvolve bem em fundo de vales, com solos de alta fertilidade e pode ser muito bem aproveitada no paisagismo desde que se lhe reserve amplas áreas para seu desenvovimento.

  • Sinônimos estrangeiros: silk floss tree, kapok, floss silk tree, (em inglês); palo borracho, palo botella, palo barrigudo, algodonero, (em espanhol); samohú, (en guaraní); bâton ivre, arbre bouteille, (em francês); falso kapok, (em italiano).
  • Família: Bombacaceae.
  • Características: árvore caducifólia de grande porte, com copa globosa.
  • Porte: 15,00 a 25,00 metros de altura.
  • Fenologia: Abril a julho.
  • Cor da flor: Rosada.
  • Cor da folhagem: verde médio.
  • Origem: Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Também no Uruguai, Peru, Bolívia, Paraguai e na Argentina.
  • Clima: subtropical/temperado.
  • Luminosidade: sol pleno.

Raul Cânovas nasceu em 1945. Argentino, paisagista, escritor, professor e palestrante. Com 50 anos de experiência no mercado de paisagismo, Cânovas é um profissional experiente e competente na arte de impactar, tocar, cativar e despertar sentimentos nos mais diversos públicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.