Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Como economizar água

Tempos atrás li um parecer emitido pela Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura). Nele, especialistas do setor, calculam que as reservas hídricas do mundo podem encolher 40% até 2030. Conforme esse relatório o planeta tem a água suficiente para abastecer as nossas necessidades, mesmo levando em conta o aumento do consumo motivado pela agroindústria, desde que os países adotem medidas que gerenciem melhor esse recurso. No caso específico do Brasil, segundo este mesmo relatório, houve uma degradação ambiental causada pela intervenção no fluxo natural dos rios e suas margens e abuso de espécies invasoras, provocando assoreamentos.

Marcelo Zlochevsky

Marcelo Zlochevsky

Por isso procurei o Marcelo Zlochevsky, gerente geral da Rain Bird no Brasil, para ouvir dele recomendações e dicas que possam reduzir os gastos com a água na irrigação dos jardins.

Seguem as advertências propostas por quem representa no nosso país a empresa que inventou os sistemas por aspersão e que melhor entende de irrigação no mundo:

1. Inspeção do Sistema – Avalie o sistema e terreno identificando problemas e certifique que a irrigação automática está pronto para a próxima estação. Poucos passos para economizar água e evitar multas.

2. Analise da Conta de Água – Observe a conta de água. Um pico pode indicar vazamentos desperdiçando milhões de litros ao ano. Um vazamento da espessura de uma moeda pode desperdiçar 18 mil litros por mês! Eliminar vazamentos faz grande diferença no consumo e na conta.

3. Auditoria Profissional – Um instalador local certificado pode avaliar o sistema. Se não conhece nenhum, a Rain Bird pode ajudar. Especialistas farão um orçamento dos benefícios da auditoria para escolher a melhor.

4. Verificações Mensais no Sistema – Faça a manutenção durante toda a temporada, verificando rompimentos, vazamentos e danos uma vez por mês.

5. Água pela Manhã – Irrigar entre 5h e 10h da manhã, com sol fraco, ventos calmos e temperatura fria. A irrigação ao meio-dia é menos eficiente pela perda de água por evaporação e vento. A irrigação noturna também não é uma boa ideia e deixa folhas molhadas durante à noite, um convite aos fungos. Irrigando pela manhã as folhas secam. Ajuste os relógios dos controladores Rain Bird para irrigar quando quiser.

6. Cumpra as Regras Locais – Consulte o concessionário local para ver dias e horários com boa pressão da rede e ajuste seu controlador.

7. Não Regue Durante à Chuva – Nada pior que ver um aspersor funcionando na chuva. Os sensores de chuva automaticamente desativam a irrigação quando chove; você nunca precisará se preocupar com irrigação durante tempestades.

8. Elimine o Efeito do Vento – Já viu a irrigação no meio do dia molhando tudo menos o terreno? Pequenas quantidades de vento provocam a dissipação. Evite a irrigação no meio do dia, quando os ventos são mais fortes. Os aspersores de pressão de regulagem contínua ajudam a reduzir o efeito do vento.

9. Diminua o Efeito de Irrigação – Muitos sistemas de irrigação são regulados para regar demais, encharcando, fazendo enxurradas e tornando o solo insalubre. Diminua o tempo de irrigação no controlador conforme as estações e mudanças de tempo.

10. Substitua Bocais Antigos – Os bocais hoje são mais eficientes do que há alguns anos. Escolha o bocal certo para o seu terreno. Para encostas e morros, use bocais de menor vazão como os rotativos R-VAN. Para janelas de irrigação curtas, utilize HE-VAN e série U.

11. Divida os Tempos – O maior desperdício de água vem da utilização de muita água de uma vez; parte da água nunca é absorvida. Ao invés de irrigar durante uma longa e contínua sessão, o controlador Rain Bird pode dividir o tempo de irrigação em curtos períodos, com pausas entre sessões. Isso permite que a água penetre no solo e evita enxurradas.

12. Ajuste os Tempos – Os controladores Rain Bird são de fácil configuração com programas independentes para reduzir os tempos de rega nas áreas de sombra. Um sensor de umidade de solo SMRT-Y ajuda a ter certeza que está molhando cada área como o solo exige.

13. Regue quando o Solo Demanda – Molhar em excesso é ruim para a saúde do terreno e facilita o surgimento de fungos e doenças. Caminhe e observe. Folhas de plantas começando a enrolar e pegamento demorando mais que o normal (a grama não salta para trás) indica a hora da água. Com um controlador e um sensor de umidade do solo, você pode saber que está molhando o necessário para manter o terreno saudável.

14. Elimine a Neblina – Regular a pressão dos aspersores é simples como instalar um chuveiro de baixa vazão. Distribuem a quantidade certa de água para um trabalho sem desperdício. Os rotores e sprays Rain Bird com tecnologia PRS de regulagem de pressão economizam mais de 4 litros por minuto por rotação ou borrifada.

15. Elimine Poças – A água empoça ou forma piscinas ao redor dos bocais na parte inferior de encostas ou morros, encharcando, o que pode incentivar o crescimento de fungos e apodrecer as plantas. Aspersores com válvulas de retenção pré-instalados Rain Bird (SAM) evitam problemas de drenagem.

16. Use Gotejamento – Setorize a área e molhe conforme as necessidades das plantas individualmente, com a irrigação de baixo volume por gotejamento da Rain Bird.

17. Regue o que Deve – Certifique-se de que aspersores estão ajustados para evitar que molhem calçadas e ruas.

18. Aumente a Eficiência – Molhar árvores de modo restrito a cada muda, canteiros, vasos ou outros recipientes de áreas plantadas, aplicando água diretamente nas raízes com irrigação de baixo volume por gotejamento. Isso reduz o desperdício por evaporação, escoamento e crescimento de ervas daninhas.

19. Setorize o Sistema – Diferentes plantas precisam de diferentes quantidades de água. Divida sua área em setores; laranjeiras, arbustos e árvores podem ser regadas separadamente e com menor frequência.

20. Molhar Uniforme – Diferentes bocais aplicam água em diferentes taxas. Para aplicar água uniformemente e não encharcar partes de terreno, utilize aspersores e bocais de mesmo modelo e tipo. Bocais MPR, U e HE-VAN podem funcionar juntos. Bocais rotativos funcionam bem com rotores.

21. Atinja o Alvo – Grandes gotas de água oferecem maior resistência ao vento, ajudando a economizar água. Bocais HE-VAN e rotativos com regulador de pressão PRS reduzem perdas devido a nebulização e evaporação.

22. Confirme o Nivelamento – Verifique se os aspersores sobem o suficiente para sobrepor as plantas que podem ter crescido mais desde a instalação.

23. Deixe o Caminho Livre – Verifique se o material vegetal não cresceu a uma altura que irá bloquear a irrigação.

24. Escolha Plantas com Sabedoria – É possível ter um belo jardim utilizando plantas resistentes à seca. Consulte um paisagista e aprenda mais.

camada vegetal rica em detritos de origem orgânica

camada vegetal rica em detritos de origem orgânica

25. Mais Folhas – Uma ótima maneira de conservar água nas plantas e ajudar a mantê-las saudáveis é formando uma camada vegetal, rica em detritos de origem orgânica (humos). Espalhando folhas secas, gravetos e outros restos de vegetais em camadas sob arbustos, árvores e canteiros de flores e forrações, ajuda a drenagem, incentiva o desenvolvimento das raízes e melhora o solo, tornando os nutrientes mais disponíveis para as plantas, além de proteger o solo e as plantas nos meses de inverno, reduzindo o consumo de água durante os meses quentes de verão.

Raul Cânovas nasceu em 1945. Argentino, paisagista, escritor, professor e palestrante. Com 50 anos de experiência no mercado de paisagismo, Cânovas é um profissional experiente e competente na arte de impactar, tocar, cativar e despertar sentimentos nos mais diversos públicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.