Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Plantas sentem frio?

Elas adaptam suas estruturas e, inclusive, se comportam de forma diferente perante baixas temperaturas ou geadas. Aquelas menores, que desenvolvem de modo rasteiro, são as que suportam melhor os invernos carregados de frios excepcionais. São menos afetadas pelos ventos já que ele seca as folhas com o agravante de que a água se move menos rapidamente no solo frio, impedindo a planta de se hidratar e também aproveitam o calor emitido pelo solo próximo e até se cobrem com pequenos “pelos” para reter melhor o calor e a umidade. Às vezes escurecem suas folhas concentrando o calor do sol e outras hibernam fazendo um descanso vegetativo. Se valem de outras artimanhas como a de adensar a seiva, aumentando assim a resistência às gélidas temperaturas.

As suculentas, por exemplo, precisam de proteção extra nos invernos para poder superá-los. Elas mudam seu comportamento de várias formas. Alguns, como os aloes, escurecem suas folhas e as echeverias se fecham para ficarem mais protegidas. A Cycas revoluta pinta suas folhas com pontos amarelos depois de ter sofrido com uma geada, algo normal já que é uma espécie muito rústica que suporta frios intensos.

Isso explica por que as plantas nativas nas regiões distantes dos trópicos vivem muito. Os típicos arbustos anões da tundra, onde a vegetação predominante composta de líquens, musgos, ervas e arbustos baixos que geralmente atingem entre 40 e 200 anos de vida.

Raul Cânovas nasceu em 1945. Argentino, paisagista, escritor, professor e palestrante. Com 50 anos de experiência no mercado de paisagismo, Cânovas é um profissional experiente e competente na arte de impactar, tocar, cativar e despertar sentimentos nos mais diversos públicos.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.