Sobre o Blog e Contato

Paisagismo e Jardinagem

Dracaena sanderiana

bambu-da-sorte, dracena-fita, dracena-sanderiana

Esta dracena prosperará em qualquer área da casa onde muitas outras plantas não poderiam sobreviver, especialmente nas áreas mais escuras. Na natureza, o bambu cresce à sombra das árvores da floresta tropical, preferindo luz solar indireta. Prefere umidade ambiente alta, desenvolvendo também diretamente na água. Caso queira ser cultivada na água de forma permanente, ela deve durar alguns anos em sua casa ou local de trabalho, desde que você mude a água a cada duas semanas, evitando a água da torneira, já que a planta é sensível ao cloro, o que resulta em amarelecimento das folhas.

 

O nome sanderiana foi dado em homenagem ao orquidôfilo Sander (1847-1920).

Foi amplamente importada na China a partir da década de 1980 com o nome de kāiyùnzhú ou bambu da sorte, por ser semelhante ao caule do bambu. Na cultura tradicional chinesa, o bambu é uma planta de sorte. De acordo com a doutrina do Feng Shui , suas hastes suspensas em um lugar propício trazem paz, segurança e afastam espíritos malignos. No entanto, o Feng Shui tradicional não usa o bambu da sorte pela razão de não ser uma planta nativa da China. Após a morte de Mao Tsé-Tung, a China gradualmente se abriu para o mundo, importou a Dracaena sanderiana e tornou-se mais tolerante com o Feng Shui e a religião popular, até então assediados como vestígios de superstições feudais. Horticultores e entusiastas do Feng Shui surgiram com a ideia de assimilar os efeitos benéficos dos bambus aos bambus da sorte . O sucesso comercial foi além de todas as expectativas. Grandes viveiros para a produção desta espécie começaram a aparecer na China tropical. A produção foi concentrada nas províncias costeiras de Guangdong , Fujian e Zhejiang , com a maior parte da produção para exportação.

  • Sinônimos estrangeiros: sander’s dracaena, ribbon dracaena, lucky bamboo, curly bamboo, chinese water bamboo, friendship bamboo, goddess of mercy plant, belgian evergreen, ribbon plant, (em inglês); bambu de la suerte, ( em espanhol); dragonnier de Sander (em francês).
  • Família: Asparagaceae.
  • Características: Pequeno arbusto
  • Porte: 1,50 metros.
  • Cor da flor: insignificante.
  • Fenologia: outono, inverno e início da primavera.
  • Cor da folhagem: Totalmente verde ou verde com margens creme ou amareladas.
  • Origem: República dos Camarões, Gabão.
  • Clima: Tropical/subtropical.
  • Luminosidade: Sombra total ou meia sombra.

Comente ou pergunte

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Aviso! Está a tentar enviar uma imagem inválida. A imagem não vai aparecer com o seu comentário.

64 Comments

  1. Olá,

    Estou tentando que o meu Bambu da Sorte sobreviva. Além de estar todo ressecado, ele está com alguns bichinhos. Já algumas coisa que eu posso fazer para que ele sobreviva?

    Está plantado em terra. E me precoupo com esses insetos nele.

    • Olá Carla,

      Há um inseticida natural que pode combater esses bichinhos, é o Forth Inseticida. Também faça uma adubação com torta de algodão para reanima-lo.

      Abraços

  2. Boa tarde, Raul! Há um tempo atrás pedi orientações sobre a cochonilha presente em meu bambu. Tentei seguir as recomendações mas ele não melhorou. Suas folhas começaram a amarelar e preferi arrancá-las com medo da doença se espalhar ainda mais. Depois disso ele só piorou, começou a amarelar o caule. Segue foto. Metade do caule tá amarronzado e metade amarelado. Ainda com as bolinhas pretas. Tenho esperanças que ele ainda tenha salvação pq seu novo brotinho está verde e com vida… Queria orientações do que fazer, espero que haja alguma solução pois tive ele por anos e nunca tive nenhum problema. Vc sabe o que posso fazer? Te agradeço desde já pela atenção! Seu blog é incrível.

    • Esqueci de colocar a foto. Segue aqui.

      • Não estou conseguindo enviar a foto… Te enviarei por e-mail, se puder checar, agradeço!

        • Ah, perfeito Luana,

          Fico aguardando seu e-mail.

          Abraços

  3. Raul

    Alem da dúvida da quantos ml de água que deixo a camomila … Qual recipiente que uso , algo fechado? E onde coloco esses 2 dias ? Geladeira?

    O chá de cavalinha depois que esfriar já posso usar ?

    • Oi Lourdinha,

      Um recipiente aberto deixando-o fora da geladeira em um local sombreado.

      Pode usar depois de esfriar.

      Abraços

      • Muito obrigada.
        Achei a cavalinha.
        Fiz como me orientou.

        Abraço

        • Ótimo Lourdinha!

          Abraços

  4. Raul

    Estou tendo dificuldade de achar a cavalinha aqui em Fortaleza, já comprei a camomila.
    Podia me orientar também quanto aos caules que estiverem como essa foto?
    Comprei varios, alguns estavam cortados certinhos outros estavam assim.
    Devo cortar essa parte?
    Outra dúvida … quando se corta o caule do bambu pra colocar na água, devo passar algo no corte? Ele vai soltar algum líquido?
    Ou só corto e deixo na água? Fiz isso com alguns que tirei “totalmente “ a parte amarelada do caule, mas mesmo assim continuou amarelando.

    • Bom dia Lourdinha,

      Pode substituir a cavalinha por folhas de arruda.

      Sim, acho que deve cortar essa parte com pontos marrons.

      Não deve passar nada depois do corte e mergulhe as estacas em água mineral. A água fornecida pela Cagece contem uma série de componentes e não é ideal para as plantas.

      Abraços

      • Perfeito. Muito obrigada. Abraço

        • Valeu, Lourdinha!

          Abraço

          • Raul por favor me tira uma dúvida, pra camomila eu uso quanto de água?

            Quando eu misturar a água da cavalinha com a da camomila posso guardar o restante da calda em geladeira?

            Fico no aguardo
            Muito obrigada

            • Oi Lourdinha,

              1/4 litro.
              Pode guardar, sim!

  5. Bom dia Raul

    Algumas dracenas sanderianas estão com o caule amarelando, corto a parte amarelada e deixo só a parte verde, mas não está resolvendo.
    Existe algo que possa fazer?
    Outra dúvida algumas dracenas estão deixando a água de cultivo fedida ou turva, a base do caule fica fedida também, Também não sei o que fazer.

    Agradeço muito sua ajuda

    • Bom dia Lourdinha,

      Faça um tratamento com camomila e cavalinha.

      Deixe 50 gramas de camomila em água fria por 2 dias; em separado, ferva 100 g de cavalinha seca em 1 litro de água durante 20 min. Misture as duas soluções. Dilua 1/2 litro dessa calda em 2 litros de água e mergulhe as dracenas nela por 1 hora. Repita o procedimento 3 vezes, semanalmente.

      Abraços

  6. Boa noite, Raul! O caule do meu bambu ta ficando todo marrom com umas bolinhas pretas, vc sabe o que pode ser e o que posso fazer pra combater?

    • Bom dia Luana,

      Podem ser cochonilhas. As de carapaça, que devem ser as que atacaram sua muda, uma vez estabelecidas, tornam-se imóveis, fixando-se na superfície do caule, formando colônias e sugando a seiva.

      Para controlar essa infestação use óleo de linhaça.

      Pincele os caules com óleo mineral ou vegetal ou de peixe.
      Também pode usar um cotonete embebido em óleo de neem, em cerveja, gasolina ou vinagre, para passar nos caules.

      Isto acabará com a praga.

      Abraços

  7. Boa noite, Raul.

    Tenho uma dracaena sanderiana no quintal cimentado aqui de casa onde bate um sol forte entre 10h da manhã e 13h da tarde. No resto do dia, há bastante claridade, mas apenas luz solar indireta. Ela parece estar gostando desse local, mas estou à procura de outras plantas ornamentais que se adaptem bem a este tipo de luminosidade.

    O senhor poderia me dar algumas sugestões, por favor?

    Desde já, te agradeço imensamente!

    Um abraço!

    PS: Nesse mesmo ambiente, tentei cultivar plantas de sombra (como marantas e begônias rex) e uma planta de meia-sombra (a saber: evolvulus glomeratus). No entanto, o sol era forte demais para as plantas de sombra e as horas de sol eram poucas pra que a azulzinha florescesse.

    • Vale dizer que moro no Rio de Janeiro, capital e que o ao longo dessas 3 horas (de 10h às 13h), o sol ilumina regiões diferentes do quintal cimentado! Desde já, agradeço.

      • Boa tarde Dansa,

        Para essa situação, no Rio de Janeiro, recomendo as que seguem:

        Nerium oleander ‘Petit Salmon’– espirradeira anã;
        Codiaeum variegatum – croton;
        Senna alata – maria-preta;
        Calliandra tweedii – esponjinha-vermelha;
        Jasminum mesnyi – jasmim-amarelo;
        Acalypha wilkesiana “Macafeana” – acalifa-mosaica;
        Euphorbia fulgens – chiquita-bacana;
        Mirabilis jalapa – maravilha (FOTO);
        Ixora coccinea “Compacta” – ixora anã;
        Plumbago auriculata – plumbago;
        Mussaenda alicia – mussaenda-rosa;
        Aptenia cordifolia – rosinha-de-sol;
        Dyckia distachya – bromelia-dikia;
        Callisia warszewicziana – espironema;
        Callisia repens – dinheiro-em –penca;
        Tradescantia zebrina – lambari-roxo;
        Kalanchoe tubiflora – flor-de-abissínia;
        Asparagus densiflorus “Sprengeri” – aspargo-pendente;
        Bulbine frutescens – bulbine;
        Chlorophytun comosum – clorofito;
        Lantana camara – lantana.

        Abraços

        • Estou comovido com sua capacidade de compartilhar seu conhecimento de forma tão generosa. O senhor é muito maravilhoso! Estou muito feliz. Muito obrigado, de coração. Um forte abraço!

          • Dansa, você merece toda minha atenção. Obrigado por interagir comigo!

            Abraços verdes!

  8. Bom dia, Raul

    Obrigado pelo post. Comprei uma dracena e mantenho ela na água, mas ela está morrendo. As folhas estão amarelando e o caule, abrindo. Você tem alguma dica?

    Obrigado :)

    • segue imagem

    • Bom dia Bruno,

      A foto que nos enviou não está muito clara para diagnosticar o problema de sua dracena, mas lhe recomendo pulveriza-la com óleo de neem e diluir nessa água uma colher rasa de café do fertilizante Forth Jardim. Esta adubação deve ser repetida a cada 15 dias.

      Abraços

  9. Olá,
    Gostaria de saber se essa planta é tóxica para cachorros.
    Obrigada!

    • Olá Gabi,

      Esta planta pode causar leve dores de estômago, quando ingerida, mas isto é bastante improvável.

      Abraços

  10. Olá Raul,

    Muito obrigada por disponibilizar seu conhecimento deste modo. Conteúdo muito bom, parabéns!

    Minha dracena está apresentando umas manchas nas laterais da folha. O que posso fazer?

    • Olá Marielle,

      As dracenas são muito sensíveis ao flúor da água da torneira, por esse motivo, encha um recipiente com a água da torneira e deixe descansar por pelo menos 24 horas, para que o cloro e o fluoreto possam evaporar e depois regue sua muda.

      Entretanto esse sintoma pode indicar uma doença conhecida como mancha de phoma, para controla-la coloque duas colheres de sopa de bicarbonato de sódio e duas colheres de chá de óleo mineral em um frasco de spray de água. Agite bem a solução e pulverize todas as áreas da planta que estão infectadas com essas manchas marrons. Repita isto três vezes, semanalmente.

      Abraços

      • Obrigada!

        • Você merece, Marielle!

          Abraços

  11. Onde encontro para comprar mudas, para montar pequenos vasos,?

  12. Bom dia SR RAUL sou MALU SAO CARLOS SP minha dracena esta bem amarelada e acho que com ataque de acaro …oque posso usar por favor. abracos

    • Boa tarde Malu,

      Se o ataque for de ácaros, faça três pulverizações, semanais, com Forth Enxofre. Mas também pode ser uma deficiência de molibdênio e/ou cobre, neste caso use o Forth Cote na fórmula 15-09-12.

      Abraços

  13. Está assim

  14. Bom dia sou Juliano do RS tenho uma plantação de dracenas sanderiana Verde e variegata as verdes estão com folhas amareladas com pontas secas e variegata com folha total amarela

    • Bom dia Juliano,

      Isto é, seguramente, um sintoma de deficiência nutricional, talvez cobre ou enxofre.

      Tente uma adubação com esterco de frango e pulverizações de sulfato de cobre. Isto pode contornar bem esse problema.

      Abraços

      • Boa tarde seu Raul, teria como você me passar seu email para eu compartilhar as fotos das dracena e você me dizer precisamente o que preciso fazer?
        Agradeço desde já!

  15. Olá, Raul,

    Plantei hó pouco minha dracena em vaso com um pouco de húmus de minhoca. Ela fica num ambiente que pega sombra e às vezes alguns raios solares de tarde. Percebi que algumas folhas estão amarelando. O que poderá ser? devo podar já essas folhas?

    Obrigada.

    Abraços

    • Olá Monique,

      Acho que o problema é excesso de regas. Faça isto apenas duas vezes por semana e sempre na parte da manhã.

      Melhore a drenagem do vaso onde está plantada, deve haver um orifício de drenagem no recipiente para que o excesso de água possa fluir, verifique se está desimpedido.

      Abraços

  16. Boa noite Raul!
    Porque as folhas da minha Dracena estão ficando com as pontas secas.

    • Bom dia Jaime,

      O problema deve ser causado por regas insuficientes. Mantenha o solo sempre úmido e faça uma adubação com o fertilizante Forth Jardim, usando uma colherinha diluída em 1 litro de água a cada 30 dias.

      Abraços

  17. Raul mostrei na pergunta anterior a menor, mas tenho outras maiores que eu acho que daria pra salvar.
    Tenho adubo foliar Forth jardim,adubo foliar Forth flores, Npk, Forth palmeira, Forth rosa do deserto
    Tenho alguma chance de salvar? Sao muitas morrendo. O Forth enrraizardor eu tenho também.
    Se puder me ajudar agradeço

  18. Maravilha encontrar o seu blog.
    Estou com várias dracenas sanderianas variegatas morrendo, elas estavam na água e começaram a apodrecer as raizes, cortei as raizes e passei canela, mas agora o tronco está afofando, apodrecendo e não nasce raiz nem na água nem na terra. Vou cortando a parte que apodreceu mas continua o processo.

    • Lourdinha,

      O que pode estar acontecendo com sua dracena é um ataque de um fungo, o podridão do caule, como é conhecido. O fungicida Mancozeb pode resolver essa doença.

      Abraços

      • infelizmente só vou poder comprar após a pandemia.
        Mas muito obrigada pelo retorno Raul.

        • Você merece minha atenção, Lourdinha!

          Abraços

  19. Bom dia Raul, meu bambu da sorte está sendo cultivado em vaso com terra e suas folhas estao nascendo num verde bem claro e um pouco rajadas. O q poderia ser isso?

    • Bom dia Sandra,

      Isto se deve a uma deficiência de nitrogênio. Adube-a com 6 colheres de sopa de borra de café e 100 gramas de torta de algodão. A absorção demora pouco mais de um mês, mas é duradoura.

      Abraços

  20. Todas as dracenas sobrevivem na água e na terra?? Porque tenho uma na terra que quando corto ela murcha e começa a amarelar!! Oq será

    • Olá Márcia,

      A dracaena pertence a um género de cerca de 120 espécies de árvores e suculentas, nem todas vegetam bem na água, como é o caso do pau-d’água (Dracaena fragrans) e do bambu-da-sorte (Dracaena sanderiana), só para citar algumas.

      Abraços

  21. É tóxica para crianças até 4 anos?

    • Paula,

      Ela tem um nível moderado de toxicidade nas folhas e caules que apresentam sintomas quando ingeridos. Entretanto acho difícil uma criança de 4 anos mastigar e ingerir essas folhas.

      Abraços

  22. Tenho uma toda verde, cultivada só na água, mas a ponta das folhas estão ficando amarelas e secam, o que pode ser?! Como cuido disso?!

    • Betina,

      As pontas secam por falta de nutrientes. Pingue na água, semanalmente, umas gotas do fertilizante foliar Casa Verde Dimy, na fórmula 15-05-05.

      Isto irá devolver o verdor e frescor de sua dracena.

      Abraços

  23. É toxica para gatos?

    • Sim, Carol,

      Ela contêm saponinas que podem causar vômitos, fraqueza, incoordenação e pupilas dilatadas nos gatos, quando ingeridas.

      Abraços

  24. Não sabia a sua origem, e porque popularmente é chamada de bambu da sorte! Tenho os dois tipos em vasos, são muito lindas, resistentes e de fácil propagação! Obrigada por compartilhar!

    • Obrigado pelo seu comentário, Hilda!